Semana On

sábado, 31 de agosto de 2013

Poema

Flor
Que eclode em teus
Lábios cada vez que exalas
Que nos teus olhos
Emudece todos os aromas
Que me envolve
E sufoca
Como um jardim oculto

Pétala
Que transpira em
Tua pele em suave toque
Que em tuas mãos
Embala todos meus sonhos
Que me envolve
E esmaga
Como um mar de seda

2 comentários:

Rafael Belo disse...

ah, este esmagamento poético da colisão do Amor em dois corpos e dois pares de lábios. Belo.

escrevi sobre pétalas e flores no face esta manhã;
abraços Barone

Flávia disse...

ah, o aroma. tanto tempo depois ainda no corpo, não permitindo esquecer. doce.

beijo, moço.