Semana On

sábado, 29 de agosto de 2009

Poesia aos sábados

Vento

Peguei o lampião, auscultei a alma.
Marido dormia no sofá quando o vento veio.
Perfume de homem, com canela.
Entrou pelas narinas, percorreu o ventre.
Abri porta, pernas, montei no seu cavalo de cheiros, me perdi.
Quando voltei, marido se acordou.
- Você está diferente.
- Bestagem. Dorme.
No meio das pernas latejava, borboleta negra da lembrança.

Maria Helena Bandeira, esta semana, no Poema Dia.

2 comentários:

Alexandre Lana Lins disse...

Olá! O seu blog é destaque no nosso Programa Blog da Vez, desta sexta (04/09). Ás 8 da manhã e às 2 da tarde, no www.elofm.com.br (Ouça ao vivo)

Abraços!

Alexandre Lana Lins
Apresentador e Produtor do Blog da Vez

Adriana Godoy disse...

Esse poema é delicioso!!