Semana On

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Fotojornalismo

Situação constrangedora. A culpa é desta "esquerda" burra, que pensa que tudo é válido para se alcançar objetivos. Qualquer aliança espúria, qualquer amnésia para com o passado, qualquer lapso ideológico é válido para manter-se no poder. Que poder é este? Qual o preço disso tudo? De que adianta vender a alma? Foto da Agência Senado.

5 comentários:

Adriana Godoy disse...

Isso reflete bem o que estamos vivendo. Assino embaixo.

Fatima disse...

E eu fico pensando se o Mercadante não está só pensando nas próximas eleições.
Não consigo acreditar em muita coisa deste pessoal mais não.
Abrs.

Barone disse...

É, também não sei até que ponto este pessoal apenas joga para a torcida. perdi a confiança totalmente.

Alê M. disse...

Será mesmo?
Os avanços (se é que aqui, alguém reconhece algum avanço) valem aturar (e defender) um Sarney?

Eu nunca passei fome na vida.
Mas li por aí que tinha um monte de gente vivendo abaixo da linha da pobreza e que hoje se encontram em situação menos desconfortável. Dizem que quem tem fome, tem pressa.

Eu não tenho fome. Nem pressa.
Quem aqui tem fome?

E será mesmo que uma gestão de choque, briga e enfrentamento garantiria os avanços (se é que aqui, alguém reconhece algum avanço) que tivemos?

E toda essa indignação por causa desse sujeito novo? Esse tal de Sarney?

Quem é burro mesmo?

Barone disse...

Caro Alê,
respondi AQUI.