Semana On

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Mendes e Barbosa



Não é novidade alguma, visto que quem não acompahou ao vivo teve centenas de opções para assistir na internet. No entanto, o bate boca de ontem no Supremo Tribunal Federal entre o presidente da casa, ministro Gilmar Mendes, e o ministro Joaquim Barbosa, foi chocante demais e merece ser reproduzida aqui também. Perde o Supremo como instituição.

4 comentários:

Adriana Godoy disse...

Barone, corajoso o Francisco Barbosa, escroto o Gilmar Mendes, porém é triste a realidade de ver em que mãos está a justiça brasileira. Mesmo que sirva como um ponto de mudança para muitos outros embates...como disse o Ricardo Dantas,vamos aguardar.

fernandabrigatti disse...

independente do que a discussão retrata sobre a instituição do Judiciário brasileiro hoje, vocês não são capazes de amar o ministro Joaquim, por ter falado o que disse? fico repetindo mentalmente "o senhor me respeite que não sou seus capangas do Mato Grosso" e "o senhor não sai na rua, só sai na mídia". o pior, quando mendes ri, tenho certeza que o escárnio é pra mim, para nós.

Barone disse...

É... Gilmar não é flor que se cheire... e na verdade foi ele quem começou o confronto ao dizer que Barbosa não tinha "condições de dar lição em ninguém". No entanto, este tipo de situação enfraquece o Judiciário em tempos em que o Legislativo inexiste e o Executivo reina soberano. De fato, no Brasil, governa-se por medidas provisórias. O resto é palanque.

Daniel "Gargula" Braga disse...

Se temos um herói moderno, este é Joaquim Barbosa!

Ele é aquele 0,0000001% que ainda me faz ter fé em alguma coisa!