Semana On

terça-feira, 21 de outubro de 2008

A irresponsabilidade nossa de cada dia

Na noite domingo, ainda sob o impacto do desenrolar desastroso do seqüestro em Santo André, escrevi um breve desabafo sobre a transformação da notícia em espetáculo. Em seguida, o Observatório da Imprensa publicou uma série de artigos que, com muita propriedade, expõem as feridas de nossa profissão, onde a preocupação social é destruída pela fome desmedida por pontos de audiência. Vale a pena ler os artigos a seguir:

A imprensa em cárcere privado
Luciano Martins Costa
Quem matou Eloá?
Nelson Hoineff
O fantástico show da morte
Carlos Brickmann
Por que tudo acabou mal
José Paulo Lanyi

2 comentários:

Maria-sem-vergonha disse...

Victor, na época do casal Nardoni, também escrevi sobre isso. É lamentável e vergonhosa a postura da mídia diante de fatos como esses. Na transformação da dor em espetáculo, os veículos e muitos coleguinhas agem como abutres.

Alice Salles disse...

Que bom que eu nao sou a unica que le o Observatorio da Imprensa! Nao conhecia mais ninguem que o lia regularmente!

um abraco