Semana On

domingo, 20 de junho de 2010

Música aos domingos

Oswaldo Montenegro - Metade
Ouça no volume máximo!

3 comentários:

Dan Jung disse...

..."Porque metade de mim é o que eu grito,
mas a outra metade é silêncio"...
e sempre "aquietar o espírito" com Ferreira Gullar

Dan Jung disse...

um amigo me falou que este poema é do Oswaldo mesmo - fez em 1975. Eu pensava que fosse do Ferreira Gullar. Depois vi que você transcreveu o poema e no final a autoria, aí não tive mais dúvidas...

Dan Jung disse...

Na realidade, tinha confundido com: Traduzir-se

Uma parte de mim

é todo mundo:

outra parte é ninguém:

fundo sem fundo.


uma parte de mim

é multidão:

outra parte estranheza

e solidão.


Uma parte de mim

pesa, pondera:

outra parte

delira.


Uma parte de mim

é permanente:

outra parte

se sabe de repente.


Uma parte de mim

é só vertigem:

outra parte,

linguagem.


Traduzir-se uma parte

na outra parte

- que é uma questão

de vida ou morte -

será arte?

Ferreira Gullar