Semana On

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Nossos poços de dignidade

Os próceres da República, nossos senadores, são mesmo poços de seriedade, de dignidade, repletos de ética norteadora de suas ações. Gente imbuída de espírito público, pronta a externar sua indignação, a inflar os brios quando se depara com injustiças e hipocrisia. Pelo menos é o que deixaram transparecer para o cidadão desavisado, na segunda-feira (3), os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Fernando Collor de Mello (PTB-AL) em debate com o senador Pedro Simon (PMDB-RS). Quem sintonizasse a TV Senado durante o confronto poderia pensar que algum assunto relevante para o bem estar da nação estava em questão naquele momento. Ledo engano. O que se viu ali foi uma troca de acusações, de leviandades que mostra apenas a ponta da montanha de esterco que se deposita sobre o Congresso Nacional.

Leia o artigo completo AQUI, no Amálgama.

3 comentários:

otelhado disse...

É de se perguntar o que aconteceria se o Executivo resolvesse dissolver o Congresso Nacional e convocasse novas eleições para o Legislativo. Será que alguém daria um pio criticando? Será que muitos dos mesmos nomes retornariam?

É assustador imaginar que um dos poderes da República esteja se tornando cada vez mais irrelevante.

Barone disse...

Sim. Assustador.

Adriana Godoy disse...

´Já conferi lá. Parabéns pela estreia, Barone. Bj