Semana On

terça-feira, 2 de junho de 2009

Medo do mouse

O pavor que os poderosos e os totalitários nutrem pela informação livre e sem rabo preso é terrível. Os stalinistas costumam condenar este o aquele veículo de comunicação dizendo que ele está comprometido com a direita ou com poder econômico. Os liberalóides, por sua vez, condenam e pedem o empastelamento moral dos veículos que apóiam a esquerda e tudo mais que se encaixe dentro deste rótulo tão pouco claro nos dias de hoje. O fato é que a informação deve ser livre, gostemos dela ou não, e livres devemos ser para constituir veículos de comunicação, desagrade A ou B. O “postal” acima é parte de uma interessante campanha da International Society for Human Rights. Pincei do Ponto Cego, que viu no Brogui.

5 comentários:

Luiz Roberto Lins Almeida disse...

Apoiado e subscrito!
Estes dias estava lendo que, na China, há mais de 30 mil censores de internet.
A vantagem da internet é que é quase impossível censurá-la. e isso é ótimo.
Cada um escreve o quer no seu cartaz e no seu blog.

Luiz Roberto Lins Almeida disse...

e votado no topblogs.

Fatima disse...

Victor,
gostei demais do seu blog.
Vou estar sempre aqui agora e vc lá em casa na minha lista de blogs favoritos.
Bjs.

Barone disse...

Luiz Roberto,
a censura é um mal que se revela de formas variadas e é uma das facetas mais visíveis dos totalitarismos. Há muitos exemplos mundo afora em especial na internet. Sempre desconfio quando alguém critica a imprensa por considerá-la porta voz da esquerda ou da direita. Estes que criticam a imprensa desta forma gostariam apenas que ela servisse de porta-voz para suas verdades. Obrigado pelo voto.

Fátima,
Bom que você gostou. Volte mais vezes e incremente o debate.

Thaís Bett disse...

otimo!
quem trabalha com assessoria tem medo. é fato.
ate pq a informação livre nem sempre é verdadeira... enfim, acontece.
ahh, nã é meu carro que é roxo. é só o chaveiro dele. hehe
"E o chaveiro que leva a chave do carro..."