Semana On

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Resumiu a ópera

“Eu sei bem o que devia estar fazendo neste momento: calar a boca. Deveria ser um blogueiro de direita e, como eles, fazer ironias mais ou menos grosseiras enquanto busco uma desculpa para bater no governo. Ou, então, deveria vestir meu manto de blogueiro de esquerda, defensor dos oprimidos, fazer de Protógenes santo padroeiro e ‘do orelhudo’ o vilão incorrigível que deve ser posto em cana, lei e procedimentos são apenas um detalhe vago. Deveria censurar comentários que não são favoráveis, deveria falar em código – imprensa golpista, chapa branca, o que for. Basta cair a um dos extremos, na blogosfera política, que os leitores vêm e os links brotam.”
Pedro Doria, analisando Protógenes e, de tabela, colocando a blogosfera no divã.

4 comentários:

Compulsão Diária disse...

E aí, Barone?
Qual é a sua análise?
Eu li na Folha queria saber o que vc acha.
beijo

Sergio Maidana disse...

Este lance de "taxar" o jornalsita de "ista" é subdesenvolvimento. Todos tem direito de ter sua opção ideológica, conquanto que não atrapalhe a verdade da notícia. O problema no Brasil é que alguns esquecem a sua função de "informar" e passam a "desinformar". Umas das facetas desta "desinformação" é quando voce critica alguma atitude infantil ou sem-educação do Lula...os jornalista de esquerda tentam amenizar edistorcer, e os de direita ridicularizar...basta, informar o fato, e que os leitores tirem suas conclusões...

Lord of Erewhon disse...

Poderá sempre virar blogueiro vampiro... :)

Abraço.

Barone disse...

Olá Beatriz, escrevi sobre o tema no artigo “Protógenes acusou jornalistas... ou não?”.

Maidana é isso mesmo. Ter posição é bom pára o jornalismo, mas a ideologia não pode comprometer nem distorcer os fatos.

Lord...?