Semana On

segunda-feira, 30 de março de 2009

Poesia

Na ponta da esferográfica
sangro azul
e singro realidades abissais

Trecho de poema de Iriene Borges. Em seu blog.

3 comentários:

Cris Animal disse...

Um mergulho no oceano na ponta da caneta?

beijo
............Cris Animal

Daniel "Gargula" Braga disse...

Valeu pela dica Barone!

Ela é talentosa demais!

mariagomes disse...

quisera ter todo o tempo do mundo para ler tudo!.... mas lá irei, Iriene, ao seu blogue.

Obrigada, Barone!