Semana On

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Poesia

ela se arruma toda na espera do tempo chegar
ela não espera o tempo chegar, se arruma toda
ela chega toda à espera do tempo que arruma
ela o tempo o todo a espera, o nunca.

Belo poema da bela Paula Bueno, bailarina e poetisa que expressa os blogs ser é ser percebido e jardim de delírios.

1 comentário:

samuca santos disse...

victor, rapaz,
que mulher é essa?