Semana On

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Irresponsável

Irresponsável como sempre quando o assunto é Oriente Médio, Reinaldo Azevedo continua confundindo palestino com terrorista em comentário sobre recente declaração da líder do Partido Kadima, Tzipi Livni, segundo quem o país precisa desistir de uma parte considerável de território em troca da paz com os palestinos. "Nós precisamos desistir de metade da Terra de Israel", disse ela, durante uma convenção de líderes de organizações judaicas norte-americanas, usando um termo que se refere às fronteiras bíblicas de Israel, que incluíram, durante períodos na Antiguidade, o atual território e a Cisjordânia e a Faixa de Gaza.

Para Azevedo, “Israel não tem de desistir de um palmo de terra enquanto os palestinos não desistirem do terror. Sem isso, é melhor Israel desistir da paz ... em troca de terra.”. Se pensassem assim há quarenta anos atrás os terroristas judeus do Irgun e do Stern (entre eles os ex-primeiros ministros Menachim Begin e Yitzhak Shamir) teriam pressionado o mundo a ceder-lhes a terra dos palestinos?

Assim como a maioria dos judeus não é terrorista, apesar do Irgun e do Stern, a maioria dos palestinos também não o é, apesar do Hamas. No entanto, diante da intolerância, é mais fácil colocar uma venda sobre o passado e olhar apenas para a direção que se quer.

2 comentários:

Adriana disse...

Sei que é sua função como jornalista se inteirar das diversas fontes.Mas, sinceramente, esse Reinaldo Azevedo não dá pra engolir. Fuja, se possível. Bj

Anónimo disse...

E, pra variar, escolhe a guerra quem não mora naquela roubada.

Lição a ser aprendida, meninos e meninas: apesar de ter sido o epicentro do medo, a cidade e o estado de NY votaram em John Kerry na eleição americana de 2004.

Entrevistado sobre a eleição de então, um novaiorquino comentou, "É claro que estados como o Dakota irão votar no Bush. Quando as bombas caem não é no quintal deles."

- Felipe