Semana On

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Famílias alternativas

No livro do Genesis, encontramos uma linda e educativa história de amor, procriação e fidelidade. Uma história acerca de um homem que se vê casado com duas irmãs em simultâneo, usa escravas sexuais para ter filhos, tudo com a bênção de um Deus então menos preocupado em montar baias à volta dos seus fiéis. O arranjinho correu tão bem que o bom do Jacó acabou por ter 12 filhos e uma filha. A dúzia de varões deu origem às 12 tribos de Israel, prova de que na base da querida civilização judáico-cristã está afinal um modelo bem “alternativo” de família.

A sacação acima foi pinçada do blog português 5dias.

3 comentários:

Adriana disse...

Barone, não sei como consegue organizar tanta informação ao mesmo tempo. Sempre que posso leio os seus textos, mas é difícil acompanhar todos. Tenho que optar sempre. Admiro a qualidade de seu trabalho, sua persistência, seu dinamismo. Seu blog merece ser lido por muitos. Parabéns. Beijo.

Flávia Muniz disse...

conheço uma família que vive assim hoje, no Brasil. Mas é mesmo bem alternativo!!!

BAR DO BARDO disse...

Outros tempos, outra cultura. Contexto e descontextualização.