Semana On

domingo, 11 de janeiro de 2009

Jornalismo e cinema, uma relação centenária

A relação entre o Jornalismo e o cinema muito me interessa. Principalmente o modo pelo qual às sutilezas da profissão são abordadas. Poucos são os filmes que retratam de forma fidedigna o dia a dia e as encruzilhadas éticas e morais que se interpõe aos jornalistas. Por isso mesmo é interessante observarmos estas abordagens, analisá-las e delas retirarmos elementos que possam nos ajudar a melhor entender esta profissão e suas relações com a sociedade.

Para isso reuni uma relação de filmes nos quais o Jornalismo e os jornalistas são o foco principal ou citados de alguma forma. Há nesta lista abordagens sérias e cômicas, reais e ficcionais, antigas e contemporâneas. Todas elas, no entanto, trazem algum subsídio para a análise que propus acima.

Importante dizer que o ponto de partida para esta listagem surgiu da leitura de um post no blog Webmanario, do jornalista Alec Duarte, e de suas citações a listas do mesmo gênero nos blogues Jornalismo no cinema, de Daniela Vieira, e Novo em Folha, de Ana Estela de Sousa Pinto.

Também foi de extrema importância a leitura (e compilação de comentários) da edição número 316 do Jornal da ABI (janeiro de 2007), em especial o artigo de Dejean Magno Pellegrin intitulado “O Jornalismo no cinema”, e a consulta ao trabalho de Joaquim Vieira, no site português Observatório da Imprensa, que mantém interessante espaço dedicado ao tema.

Diz ele no primeiro parágrafo do imperdível artigo “Mr. Gutenberg goes to Hollywood”:

“Aventureiro, defensor dos fracos, íntimo dos poderosos, solitário, trabalhador sem horário, nómada por dever de ofício, detentor de segredos, céptico quanto à redenção da humanidade, companheiro da noite, o jornalista (ou antes, a imagem que a sociedade faz do jornalista) é das raras ocupações contemporâneas que, no seu estado puro, dispõem de uma aura suficientemente romântica para inspirar qualquer argumentista de cinema.”

Este trabalho é aberto a colaboradores. Portanto, quem encontrar erros, quiser enviar um breve comentário sobre os filmes ou indicar novos títulos, por favor sinta-se à vontade.

A seguir, uma lista de filmes onde o jornalismo ou os jornalistas são de alguma forma retratados.


JORNALISMO E CINEMA


Primórdios

Horsewhipping an Editor (1900) - Talvez a primeira vez que o jornalismo é abordado no cinema: um rude caubói entra numa redação de um jornal para punir o editor do órgão.

Filmes mudos (1909-1929)

The power of the press (1909)
The girl reporter (1910)
The new reporter (1910)
The reporter (1911)
The derelict reporter (1911)
The reform candidate (1911) - Da Companhia Cinematográfica Edison. A repórter iterpretada por Miriam Nesbitt derrota uma tentativa de um financista ferroviário para ubornar um prefeito.
The star reporter (1912)
The old reporter (1912)
The cub reporter (1912)
The tramp reporter (1913)
The reporter’s scoop (1913)
Juve contre fantômas (1913)
The girl reporter (1913)
Fantômas - à l’ombre de la guillotine (1913)
Bunny as a reporter (1913)
A Campaign Manageress (1913) - De Carl Gregory, com Muriel Ostrich. Uma jovem toma posse do jornal de seu pai doente e ataca o xerife, que está empenhado em se reeleger apoiado por políticos corruptos da cidadezinha.
The big boss (1913) - De Frederck Sullivan, no qual um repórter (Irving Cummings) usa um gravador para incriminar um político corrupto.
The war extra (1914) - Um foca pede ao seu chefe que o mande para o México para cobrir uma revolução naquele país, onde é preso ao chegar por ser suspeito de espionagem.
The truth wagon (1914) - De Max Figman, no qual um alegre e apaixonado playboy (o mesmo Max Figman) anuncia que pretende comprar um jornal quebrado e empreender uma batalha contra políticos locais corruptos.
Trapped in the great metropolis (1914) - Uma jornalista se passa por uma compradora de escravos.
A romance of the mexican revolution (1914)
A prince of India (1914) - Uma das primeiras vezes em que vemos num filme a figura do foca, realizado por Leopold Wharton. Um jovem e honesto foca se mete em complicações com o desaparecimento de um famoso diamante.
The power of the press (1914) - Com Lionel Barrymore (1878-1954), filme com um título mais forte do que sua história, descreve como um jornal pode influenciar a opinião pública.
The new reporter (1914)
The million dollar mystery (1914) – Filme realizado em 1914 por HowardHansell, cujo plot focaliza uma sociedade secreta de russos milionários, espiões estrangeiros e uma heroína que, quando criança, tinha sido abandonada na porta de uma escola. Note-se que o papel do jovem jornalista que investiga o caso coube a James Cruze (1884-1942), que a partir de 1918 se tornou um mportante diretor, realizando em 1923 o western Coverd Wagon/Os Bandeirantes, um dos primeiros filmes de caubói da história do cinema
The million (1914)
Making a living (1914)
Fantômas contre fantômas (1914)
A gentleman from mississipi (1914)
Fire and sword (1914)
The conspiracy (1914) – Realizado por Allan Dwan (1885-1981) em 1914 para a Paramount, baseado numa peça teatral de 1912, explorava o tema da escravidão branca.
The adventures of a girl reporter (1914)
The Reporter on the Case (1914)
A soldier’s oath (1915)
Should a wife forgive? (1915)
The mistery of room 13 (1915)
The lost house (1915) – Produção da Mutual, realizada por William Christy Cabanne (1888-1950). O repórter interpretado por Wallace Reid, salva a mocinha (Lillian Gish, 1893-1993) internada em um asilo pelo seu tio inescrupuloso.
Fire and swrod (1915) – Um dos primeiros filmes apresentando um repórter americano num país estrangeiro. Realizado por Thomas Hayes Hunter (1896-1944).
Hypocrites (1915)
How molly malone made good (1915)
The house of tears (1915)
Girl and the reporter (1915)
The gentleman from Indiana (1915) - Dirigido por Frank Lloyd (1887-1960). Uma estrela de futebol universitário (Dustin Farnun), perto de se graduar, compra um jornal moribundo que ele pensa usar para denunciar a corrupção política.
The galloper (1915)
The failure (1915)
The cub (1915)
The country boy (1915) - Realizado por Frederick Tompson para a Paramount, baseada numa peça teatral de 1910 escrita por Edward Selwin, na qual um jornalista persuade um desanimado jovem a fundar um jornal em sua cidade natal.
Buckshot John (1915) - Dirigido por Hobart Bosworth. Um jovem repórter ajuda a desmascarar um espiritualista mistificador.
Les vampires (1915)
The white terror (1915) - De Suart Paton. Um jovem rico compra um jornal para denunciar as deploráveis condições de trabalho nas oficinas e nas fábricas.
The woman’s law (1916)
What love can do (1916) - Direção de Jey Hunt, Universal. Uma jovem repórter salva a vida de um rico jornalista.
The waifs (1916)
The torch bearer (1916)
Shell 43 (1916)
Saving the family name (1916)
The rummy (1916)
The pursuit vengeance (1916)
Otto the reporter (1916)
The man from Manhattan (1916)
The mainspring (1916)
The lottery man (1916)
The little liar (1916)
The kid (1916)
Karkek och journalistik/Amor e Jornalismo (1916)
The invisible enemy (1916)
Her father’s gold (1916)
Her double life (1916)
Half a rogue (1916)
Grant, police reporter (1916)
The fourth estate (1916)
The daring of Diana (1916) - Realizado por Rakin Drew, com a estrela Anita Stewart como a repórter que ajuda seu editor-chefe a preservar a integridade do jornal.
The clarion (1916) - Um jovem e idealista jornalista compra um jornal para melhorar as condições sociais locais e logo descobre que as pessoas que estão mais perto dele são alguns dos piores inimigos.
Acquited (1916)
When false tongues speak (1917)
Truthful tulliver (1917) - William S. Hart, ator e realizador americano (1870-1946), dirigia e atuava neste filme produzido pela companhia cinematográfica Triangle. Ele nterpreta um jornalista de uma cidadezinha do oeste americano que quer limpar uma cidade do Oeste perseguindo o jornalista local.
A square deal (1917)
Sold at action (1917)
Society’s driftwood (1917)
The sixteenth wife (1917)
The silent sellers (1917)
Seven keys to baldpate (1917)
The princess of park row (1917)
The phantom shotgun (1917)
Paddy O’hara (1917)
Out of the wreck (1917)
Over the hill (1917) - Produção da Pathé realizada por William Parke. Uma repórter, papel defendido pela atriz Glodys Hulette, ajuda a salvar seu jornal lutando para não perder os anunciantes por causa de sua política sensacionalista.
The night workers (1917)
Mr. Opp (1917)
The money mill (1917)
Mary Jane’s PA (1917)
The man trap (1917)
The magnificient meddler (1917)
Lost and won (1917)
A jewell in pawn (1917)
The hater of men (1917)
Hashimura togo (1917)
The golden idiot (1917)
The fringe of society (1917)
Framing framers (1917)
The food gamblers (1917)
The flower of doom (1917)
The easiest way (1917)
The double room mystery (1917)
The co-respondent (1917) - De Ralph W. Ince. Uma reporter iniciante é designada pelo seu namorado e editor-chefe para investigar um caso de divórcio, com resultados
inesperados.
A case at law (1917)
Bondage (1917) - De Ida May Park. Uma jovem repórter (Dorothy Phillips), recém-chegada a Nova York, vinda de uma pequena cidade, tornase vítima da noite boêmia de Grenwich Village.
The yellow ticket (1918)
The way out (1918)
Unexpected places (1918)
Under suspition (1918)
Say! Young fellow (1918)
The ranger (1918)
Powers that prey (1918)
One more american (1918)
On the jump (1918)
No children wanted (1918)
Leap to fame (1918)
His own home town (1918)
The gypsy trail (1918)
The grand passion (1918)
The floor below (1918) – De Clarence G. Badger, para a Companhia Goldwyn. Mabel Normand (1894-1930) interpreta uma repórter que é despedida do jornal por causa de suas travessuras.
The empty cab (1918)
Caught in the act (1918)
The caillaux case (1918)
Baree, son of kazan (1918)
The woman under cover (1919)
The woman of lies (1919)
The weaker vessel (1919)
Todd of the times (1919)
Puppy love (1919)
Out of the shadow (1919)
The mystery of the yellow room (1919)
The moral deadline (1919)
The lottery man (1919)
The lost princess (1919)
The little white savage (1919)
I’ll get him yet (1919)
His parisian wife (1919)
The haunted bedroom (1919)
The grim game (1919)
The final close-up (1919)
The echo of youth (1919)
The day she paid (1919)
The black circle (1919) - De Frank Reicher (1875-1965). Mostra criminosos de toda espécie, incluindo trapaceiros, falsários, contrabandistas e um promotor desonesto. Vemos nesse filme um jovem e idealista casal de jornalistas lutando contra esses bandidos.
The wrong woman (1920)
The woman in the suitcase (1920)
Whispers (1920) - Realizado por William P. S. Earle e produzido por Selznick. Uma chantagem feita por um jornalista quase destrói a reputação de uma jovem mulher.
The silent barrier (1920)
Picadilly Jim (1920)
Partners of the night (1920)
Nthing but lies (1920)
The money changers (1920)
The misleading lady (1920)
The little wanderer (1920) - O filho idealista de um dono de jornal acusa o seu pai de fazer sensacionalismo com as notícias e de explorar os pobres. Finalmente, ele consegue tomar o jornal e aplicar sua própria política editorial.
The jailbird (1920) - Dirigido por Lloyd Ingraham (1885-1956). Um presidiário fugitivo herda um jornal de uma pequena cidade e um lote de uma propriedade. Incidentes fazem com que ele tome a decisão de se regenerar e voltar à prisão para cumprir o restante de sua sentença.
Heart of twenty (1920) - U repórter, o ator Tom Gallery, trabalhando incognitamente, consegue evidências para denunciar o chefão de uma quadrilha de roubo de carros.
The green flame (1920)
Go and get it (1920)
Flying pat (1920)
The fear market (1920) - Dirigido por Kenneth Weeb. O proprietário de um jornal sensacionalista chantageia suas vítimas.
Deadline at eleven/O Crime da 5ª Avenida (1920) – De George Fawcett, para a Vitagraph. Uma repórter (Corine Griffith, 1899-1983) ajuda um amigo jornalista alcoólico a abandonar o vício.
Chains of evidence (1920)
Always audacious (1920)
The Little Wandrer (1920) – Ataque à imprensa sensacionalista e a exploração dos pobres.
Wing toy (1921)
What no man knows (1921)
What love will do (1921)
The star reporter (1921)
The secret of the hills (1921)
A prince there was (1921)
The passionate pilgrim (1921)
The nut/O excentrico (1921)
The magic cup (1921) – A figura do foca volta a ser apresentada. Filme dirigido por John Stuart Robertson (1878-1964), no qual uma camareira de um hotel é vítima de dois desonestos donos de uma casa de penhores e é salva pelo jovem repórter.
Lavender and old lace (1921)
It can be done (1921)
Her winning way (1921)
The foolish matrons (1921) - Uma jovem repórter (Wiildred Manning) gasta mais tempo se dedicando à sua carreira do que ao marido, que em razão de sua negligência cai nas garras do álcool.
The family closet (1921)
Every woman’s problem (1921)
Don’t neglect your wife (1921)
A certain rich man (1921)
The tomboy (1921) - Dirigido por Carl Harbaugh. Uma jovem repórter (Eileen Percy) combate o alcoolismo por meio de seu jornal.
The unfolfment (1922)
Sunshine harbor (1922)
Smudge (1922)
Minnie (1922)
The living truth (1922) - De Marion Fairfax, um velho jornalista proprietário de um periódico de uma cidadezinha descobre que seu enteado, que deverá herdar seu jornal, é um dependente de drogas.
Love’s masquerade (1922)
Living lies (1922) - Realizado pelo francês radicado nos EUA Emile Chautard (1881- 1934). Um repórter incorruptível denuncia a conspiração de financistas inescrupulosos que tentam suborná-lo.
The heart specialist (1922)
A front page story (1922)
EXTRA! EXTRA! (1922) – Produção da Fox, em que um jovem foca, interpretado pelo ator Johnnie Walker, mostra sua ingenuidade se passando por vítima para conseguir sua reportagem.
The cub reporter (1922) - Realizado pelo diretor americano John Jack Francis Dillon (1887-1934) e produzido pela Companhia Cinematográfica Goldstone. O ator Richard Tamadge no papel-título de um jovem e destemido foca resgata a heroína das garras de alguns vilões chineses.
Man under cover (1922) - De Tod Browning (1882-1962), um antigo ladrão volta para suacidade natal com a intenção de se regenerar. Após comprar um jornal local ele salva a comunidade de ser explorada por alguns bandidões da cidade.
The wild party/Louca Orgia (1923)
What love will do (1923)
The town scandal (1923)
The printer’s devil (1923)
Playing it wild/As Lutas de Ambição (1923)
Legally dead (1923)
Jazzmania (1923)
Her reputation (1923)
The kid reporter (1923)
The flash (1923)
The day of faith (1923)
The pell street mystery (1924)
The nervous reporter (1924)
Hutch of the usa (1924)
The humming bird (1924)
Hold your breath/Uma Repórter Endiabrada (1924)
The guilty one (1924)
The flaming crisis (1924)
The fatal mistake (1924)
Dynamite Smith (1924)
The clean heart (1924)
The city that never sleeps (1924)
The beauty prize/Prêmio de Beleza (1924)
The average woman (1924)
Youth and adventure (1925)
Salome of the tenements (1925)
The part time wife (1925)
My lady’s lips (1925)
A man must live (1925)
The lost world/O mundo perdido (1925)
The last edition (1925)
The hidden menace (1925)
Headlines/Uma rapariga moderna (1925)
The goat getter (1925)
The fighting cube (1925)
Fifth avenue models/O Manequim (1925)
The devil’s cargo (1925)
Counsel for the defense (1925)
Contraband (1925) - Dirigido por Alan Crosland (1894-1936). Uma jornalista, interpretada pela atriz lois Wilson, herda um jornal de uma cidadezinha e descobre que uma quadrilha de bootleggers – fabricantes de whisky falsificado – está operando um florescente negócio.
Classified (1925)
Stick to your story/Furão, às dos repórteres (1926)
The social highwayman (1926)
Shameful behavior? (1926)
The reporter (1926)
Rainbow riley (1926)
Racing blood (1926)
Out of the storm (1926)
Oh! What a nurse/Querida enfermeira (1926)
Monte Carlo/Monte Carlo (1926)
Mannequin (1926)
Lightning reporter (1926)
The jazz girl (1926)
Is that nice? (1926)
The hollywood reporter (1926)
High steppers (1926)
The fighting marine (1926)
Everybody’s acting/Intriga de bastidores (1926)
Dangerous trafic (1926)
Atta boy/O rapto da criança (1926)
The wizard (1927)
Pirates in the sky (1927)
Nor for publication/O templo dos gigantes (1927)
Man, woman and sin/Primeiro amor (1927)
Her wild oat/A senhora marquesa (1927)
The girl from gay paree/Uma artista de gênio (1927)
The final extra/O misterioso (1927)
Dutty’s reward (1927)
A bowery cinderella (1927)
Grinning Guns (1927) - Em Grinning Guns um caubói vagabundo usa o poder da imprensa (e de seu revólver) para restaurar a lei e a ordem numa pequena cidade da fronteira.
A woman against the world/Quem matou? (1928)
What a night/Uma Reportagem de Sensação (1928)
Telling the world/O rei dos repórteres (1928)
Show girl/O rapto da estrela (1928)
Riders of the dark/Os Cavaleiros da Noite (1928)
The racket/A lei dos fortes (1928)
The power of the press (1928) - O primeiro filme de Frank Capra que tem por tema o Jornalismo é uma visão clássica da personagem como herói de aventuras. Fairbanks Jr. é um jovem repórter que se lança em busca de criminosos, no meio de aventuras rocambolescas.
Out with the tide (1928)
News parade (1928)
Lightning speed (1928)
Let’er go, gallegher (1928)
Jazzland (1928) - Realização de Dallas Fitzgerald. Um jornalista que tenta frustrar a instalação em sua comunidade de um nightclub fajuto é assassinado.
Hot news/Caçador de imagens (1928)
The head man (1928)
Freedom of the press (1928) - Realizada por George Melford, produção da Universal. O filho de um jornalista combativo pega a direção de um jornal da família depois de seu pai ser brutalmente assassinado e, seguindo os passos de seu pai, luta para mostrar nas páginas do jornal a corrupção política.
Feel my pulse/Um coração doente (1928)
Deliverance (1928)
Circus rookies/O circo ambulante (1928)
Celebrity (1928)
The cameraman/O homem da manivela (1928)
Broken barriers (1928)
The big noise (1928)
Eyes of the underworld (1929)
Die buschse der pandora/A Boceta de Pandora (1929)
The clean up (1929)
Big News (1929) - De Gregory La Cava (1982-1952), com Carole Lonbard (1908-1942), foi o primeiro filme sonoro a mostrar uma mulher repórter. Um repórter (Robert Armstrong) investiga um tráfico de drogas e é falsamente acusado de ter assassinado o dono de um jornal.

O cinema começa a falar (1928-1939)

The shady lady (1928)
Stolen kisses (1929)
Red hot speed (1929)
Protection (1929)
The office scandal (1929)
In the headlines (1929)
The hole in the wall/Um homem de sorte (1929)
The girl in the glass cage (1929)
Gentlemen of the press (1929)
Drag (1929)
Chasing trough europe (1929)
Big news (1929)
Young man of Manhattan/Inconstância (1930)
Roadhouse nights (1930)
Oh, sailor behave (1930) - Conta a história de um repórter americano, correspondente em Paris. Foi uma das primeiras comédias dramáticas, baseada numa peça popular sobre repórteres e o mundo jornalístico.
Night ride (1930)
Le mystère de la chambre jaune (1930)
In the next room (1930)
The divorcee/A Divorciada (1930)
Czar of broadway (1930)
Conspiracy (1930)
Bright lights (1930)
Born reckless (1930)
The secret six/Os seis misteriosos (1931)
Scandal sheet/A página do escândalo (1931)
Quand on est belle (1931)
Platinum blonde (1931) - A primeira das célebres parábolas sociais de Capra tem também por tema o jornalismo, com um jovem repórter que se apaixona por uma herdeira e casa com ela abandonando a profissão. O vazio da existência cercada de luxo leva-o a romper o casamento e denunciar o fosso entre pobres e ricos que a Depressão gerára.
Le parfum de la dame en noir (1931)
The front page (1931) - A imagem mais clássica do jornalista na ficção foi dada por Ben Hecht e Charles McArthur na sua peça teatral The Front Page, sucesso na Broadway em fins dos anos 20, que o cinema chamou logo a si por diversas vezes. O tema principal é o da rivalidade entre jornais e repórteres (de pouco valendo o respeito pelas regras ou pelo rigor), mas também o duelo entre um chefe de redacção e um jornalista, onde vale tudo para dar a notícia mais sensacional. A peça foi adaptada mais três vezes ao cinema.
La folle aventure/A louca aventura (1931)
Five star final (1931) - Talvez o primeiro grande filme sobre jornais e jornalismo, dirigido por um dos melhores especialistas do género nos anos 30. Robinson tem uma soberba criação como um chefe de redacção que desenterra um velho caso arquivado e transforma-o num escândalo de primeira página, provocando uma tragédia na família envolvida.
The finger points (1931) - Realizado por John Francis Dillon (1887 1934). Richard Barthelmess (1895-1963) atua como um repórter que omite notícias desfavoráveis às quadrilhas de criminosos, recebendo US$ 100 mil para abafar o assunto.
Dance, fools, dance/Virtudes Modernas (1931)
Cimarron (1931) – Dirigido por Wesley Ruggles (1889-1972), baseado no romance popular de Edna Ferber. O ator Richard Kix (1894-1949), no papel de Yancey Cravat, um apaixonado editor de um jornal luta contra a injustiça e os abusos contra os índios americanos.
War correspondent (1932)
The strange love of molly louvain (1932)
The star reporter (1932)
The sport parade (1932)
Scarface/A vergonha de uma nação (1932)
Scandal for sale (1932)
Rouletabille aviateur (1932)
The roadhouse murder (1932)
Merrily we go to hell/Quando a mulher se opõe (1932)
Love is a racket (1932)
Is my face red? (1932)
The half-naked truth/A verdade semi-nua (1932)
Forbidden/Mulher proibida (1932)
Final edition (1932)
The famous ferguson case (1932) – Realização de Lloyd Bacon (1890-1956). O sensacionalismo na cobertura de um crime.
Doctor X/Doctor X (1932)
Blessed event (1932)
Aux urnes, citoyens! (1932)
F.P. 1 antwortet nicht (1932)
Honor of the press (1932) - Direção de Bresy Eason (1886-1956). Um jornalista agressivo descobre que o editor de um jornal rival é o chefe de uma gangue de ladrões.
Picture snatcher/Repórter de escândalos (1933)
Okay, America! (1933)
The nuisance (1933)
Mystery of the wax museum (1933)
I cover the waterfront/Ao Longo do País (1933)
Hold your man/Amar e ser amada (1933)
Hold the press (1933)
Headline shooter (1933)
Hard to handle (1933)
Les deux canards (1933)
Clear all wires! (1933)
The bowery/O Terror dos Cabarets (1933)
Bombshell (1933)
Advice to the lovelorn (1933)
The Diamond Trail (1933) - O repórter nova-iorquino interpretado por Rex Bell derrota uma gangue de ladrões de jóias no Oeste selvagem.
Behind jury doors (1934) - Descreve como um jovem repórter, ao investigar o assassinato de uma enfermeira, descobre que um editor subornou um jurado.
Viva Villa!/Viva Villa! (1934)
Midnight (1934)
It hapened one night/Aconteceu naquela noite (1934) - Com Clark Gable, como um repórter frustrado e despedido do jornal onde trabalhava por causa da bebida.
I’ll tell the world (1934)
Hold that girl (1934)
Hi, Nellie!/Mataram! (1934)
Le bonheur/Onde está a felicidade (1934)
Paris interlude (1934) - Da MGM, realizado por Edwin Marin (1901-1951). Um foca, interpretado pelo ator Robert Young (1907-1998), admira um jornalista veterano em dificuldades, ajudando-o em sua reabilitação. O papel do velho jornalista coube a Otto Kruger (1885-1974).
Night alarm (1934) - Realizado por Spencer Gordon Bennet (1893-1987), produção da Majestic. Um ás da reportagem (Bruce Cabot, 1904-1972) trabalha para um jornalista combativo interessado em destruir um big boss da cidade.
The quitters (1934) - O dono de um jornal de uma pequena cidade deixa sua esposa para dirigi-lo, enquanto, ao mesmo tempo, acaba voltando à boemia.
Ready for love (1934) - A fugitiva de colégio interno (Ida Lupino), em filme realizado por Marion Gering (1901-1977), enfrenta a hipocrisia de uma cidadezinha quando os esnobes da localidade tratam sua tia, uma ex-atriz, com escárnio, e então volta-se contra a sobrinha, montando um julgamento contra feitiçaria. Um jornalista chega na cidade para fazer a cobertura do acontecimento, apaixonando-se logo em seguida pela jovem vítima.
The whole town’s talking/O homem que nunca pecou (1935) - Uma jornalista que acaba por ajudar o objecto da sua reportagem: um anónimo e apagado empregado, confundido com um perigoso gangster. Paródia, também, a um género popular no seu tempo: o filme de gangsters.
Special agent/Nas garras da lei (1935)
The payoff (1935)
Page miss glory/A divina glória (1935)
The murder man (1935)
Front page woman/Miss repórter (1935) - De Michael Curtiz (1888-1962), produzido pela Warner Bros. Dois repórteres rivais (Bette Devis, 1908-1989, e George Brent, 1904-1979) seguem a pista de assassinos suspeitos até seu esconderijo e descobrem uma arma incriminadora.
After office hours/Tudo pode acontecer (1935) - Produzido pela MGM e dirigido por Robert Z. Leonard (1889-1968). Mostra o estilo de vida dos ricos, com direito ao assassinato de uma riquíssima mulher casada pelo seu amante parasita. Todo o caso é explorado por uma imprensa sensacionalista. O jornalista é interpretado por Clark Gable (1901-1960).
Special agent/Nas garras da lei (1935) – Dirigido por William Keighley (1893-1984), no qual o repórter (George Brent, 1904-1979) infiltra-se na gangue de um bandidão para encontrar provas para prendê-lo e condená-lo.
The daring young man/Jovem destemido (1935) – Realizado por William A. Seiter (1896-1964). Dois repórteres de jornais rivais, James Dunn e Mãe Clarke, competem muitas vezes à mesma história.
Two against the world (1936)
The speed reporter (1936)
Next time we love (1936)
La mystérieuse lady (1936)
Murder with pictures (1936)
Mr. Deeds goes to town/O galante Mr. Deeds (1936)
Love on the run/Do amor ninguém foge (1936)
Libeled lady/Casado com minha noiva (1936)
Jail break (1936)
Hats off (1936)
The golden arrow/A flecha de arrow (1936)
The girl on the front page (1936)
Exclusive story/Jogo Perigoso (1936) – Produzido pela MGM e dirigido por George H. Seitz (1880-1944). Um jornalista e sua namorada (Madge Evans) denunciam um bandido envolvido em um assassinato
L’ école des journalistes/Escola de Jornalistas (1936)
Bulldog edition (1936)
À minuit, le sept (1936)
Adventure in Manhattan/Aventura em Nova York (1936)
The pace that kills (1936) – Jornalista investiga o mundo das drogas.
They won’t forget/Esquecer Nunca! (1937) - Um dos filmes mais sugestivos do cinema social americano dos anos 30, quando a imprensa tomou um papel de relevo na denúncia da corrupção, da miséria e do racismo. Dirigido pelo especialista do “cinema de jornalistas” dos anos 30 Mervin Le Roy, o filme é uma poderosa denúncia da histeria de linchamento numa região do Deep South, em consequência do assassinato de uma jovem.
They wanted to marry (1937)
There goes my girl (1937)
The soldier and the lady (1937)
That’s my story! (1937)
Un soir à Marseille (1937)
Smart blonde (1937)
Le puritain (1937)
Nothing sacred/Nada é sagrado (1937) - Comédia de humor-negro que tem um olhar satírico sobre a imprensa. Dirigido por William Wellman, com Fredric March e Carole Lombard, o filme mostra-nos um jornalista de Nova York que chega a uma cidadezinha americana para cobrir a história de uma jovem que foi vítima de envenenamento por radium e quer realizar seu último desejo.
Love is on the air (1937)
Love is news/Quem ama... Castiga ! (1937)
The life of Emile Zola/A vida de Emile Zola (1937)
I cover the war (1937)
Hercule (1937)
Exclusive/Reportagem de sangue (1937) - Filme de Alexander Hall (1895-1968). Lloyd Nolan (1902-1985) atua como um político corrupto inocentado de acusações de suborno que compra um jornal com o qual chantageia homens de negócios.
Behind the headlines (1937)
La bataille silencieuse (1937)
Back in circulation/Silêncio que condena (1937) - Uma repórter confidente (Joan Blondell, 1909-1979) colabora na prisão e na culpabilidade de um suspeito de assassinato, sabendo depois que ela cometeu um engano horrível.
Assassin of Youth (1937) - Realizado por Leo J. McCarthy. Passando-se por uma vendedora de refrigerantes, uma repórter investiga o uso de maconha entre adolescentes.
Marihuana (1937) – Jornalista investiga o mundo das drogas.
Angel’s hollyday (1937) - Direção de James Tinling (1889-1955). Uma repórter ajuda uma jovem e travessa garota, sobrinha do dono de um jornal local, a resgatar uma estrela de cinema raptada por uma gangue que pede uma grana pela sua liberação.
Headline crasher (1937) - Realizado por Leslie Goodmins (1899-1969). Criminosos e um jornal inescrupuloso tramam um esquema pra destruir um veterano e honrado senador.
Exiled to Xangai (1937) - Dirigido por Nick Grinde (1894-1979) para a Republic. Um câmeraman (Wallace Ford) de um jornal cinematográfico tem a idéia de usar a televisão para transmitir novos acontecimentos.
While new york sleeps (1938)
Torchy gets her man/Caçando um Homem (1938) - A atriz Glenda Farrel interpretou muitas vezes a fogosa Torchy Blane, uma repórter que ajuda seu colega inspetor da polícia (Barton Maclane, 1900-1969) a resolver alguns crimes.
Torchy Blane in Panama (1938)
Too hot to handle/Sob o céu dos trópicos (1938)
This man is news/O Repórter do Dia (1938)
There goes my heart/Aí vai meu coração (1938)
Sharpshooters (1938)
La rue Sans Joie (1938)
The night hawk (1938)
Newsboy’s home/Rapazes dos Jornais (1938)
Nancy Drew - detective (1938)
Making the headlines/O Mistério das Pérolas (1938)
The mad Miss Manton/Oito Mulheres e um Crime (1938)
Here’s Flash Casey (1938)
Four’s a crowd (1938)
Exposed (1938) – Comédia de Harold Schuster (1902-1986), produção da Universal. A fotógrafa de uma revista (Glenda Farrell) auxilia a polícia para a captura de uma quadrilha.
Break the news/O Caso do Dia (1938)
Blondes at work (1938)
Twelve crowded hours (1939)
Torchy Blane… playing with dynamite (1939)
Torchy Blane in chinatown (1939)
Tell no tales/Cem Contra Um (1939)
Star reporter (1939) - Realizado por Howard Bretherton (1896-1969), numa produção de Monogran. O filho de um editor de um jornal, cujo pai foi assassinado por uma quadrilha, está determinado em continuar o bom combate contra a corrupção local.
Stanley and Livingstone/As Aventuras de Stanley e Livingstone (1939)
Off the record/Fora do Expediente (1939)
News is made at night/Surpresas noturnas (1939)
Nancy Drew… trouble shooter (1939)
Nancy Drew… reporter/Nancy Drew… reporter (1939)
Nancy Drew and the hidden staircase/Nancy e a Escada Secreta (1939)
Mr. Smith goes to Washington/A mulher faz o homem (1939)
Lady of the tropics/Flor dos trópicos (1939)
Everything happens at night/Idílio nos Alpes (1939)
Each dawn i die/A morte me persegue (1939) - Um dos mais eficazes filmes sobre os riscos da profissão de jornalista, saído dos estúdios americanos nos anos 30: o trabalho de denúncia de um repórter é cortado pelo próprio diretor, sendo falsamente acusado de um crime e encerrado numa penitenciária. Misto de dois gêneros então em voga: o “cinema de jornalismo” e os filmes sobre o sistema prisional.
Dodge City/Uma cidade que surge (1939)
Chasing danger (1939)
Cafe Society/Os Milionários Divertem-se (1939)
Blackwell’s Island/A Ilha Sinistra (1939)
Barricade/Sitiados (1939)
The adventures of Jane Arden (1939)
Scandall sheet (1939)
The burning question (1939) – Jornalista investiga o mundo das drogas.
The whitness vanishes (1939) - Por Otis Garrett (1895-1941). Quatro editores corruptos de Londres internam o proprietário do jornal num hospício, tomando assim posse do periódico.

Anos 40

Stranger on the third floor/O homem dos olhos esbugalhados (1940)
Pour le maillot jaune (1940)
The Philadelphia story/Casamento Escandaloso (1940)
Juninatten (1940)
His girl friday/Jejum de amor (1940) - Segunda versão cinematográfica da peça teatral The Front Page, onde Hawks leva a cabo uma variação genial, ao mudar o sexo de um dos adversários, uma jornalista interpretada por Russell, sendo Grant o chefe de redação. O conflito transforma-se deste modo numa guerra de sexos, numa das mais fabulosas screwball comedies da história do cinema, registada no livro Guinness com o recorde do maior número de palavras proferidas num minuto.
Gambling on the high seas (1940)
Foreign correspondent/Correspondente estrageiro (1940) - Realizado por Alfred Hitchcock em 1940, tendo Joel Mc-Crea (1905-1990) como correspondente de um jornal americano na Europa, no início da II Guerra Mundial.
Comrade X/Camarada X (1940)
City of chance (1940)
Behind the news (1940) - Joseph Santley (1890-1971), para a Republic. Um veterano repórter demitido por causa do alcoolismo é reabilitado por um jornalista neófito.
Arise, my love (1940) - História de amor de um casal de jornalistas (Milland e Colbert) que atravessa a guerra civil espanhola e sobrevive ao naufrágio de um transatlântico. Em pleno início da II Guerra Mundial, o filme termina com um apelo para os EUA abandonarem a política de isolamento, e as sequências são pontuadas pelas manchetes dos jornais. Oscar de melhor argumento.
A dispatch from Reuter’s/Um Comunicado da Reuter (1940) – Biografia do homem que criou o primeiro serviço de notícias na Europa: Julius Reuter, que deu o nome à conhecida agência.
Unholly partners (1941)
Nine lives are not enough (1941)
Meet John Doe/Adorável vagabundo (1941) - De Frank Capra. A repórter Bárbara Stanwyck transforma o homem comum Gary Cooper num paladino da justiça para vender jornais e termina por acreditar nele tanto quanto seus leitores.
High sierra/O Último Refúgio (1941)
Design for scandal/Quando Eva Consente (1941)
Confirm or deny/Correspondente Especial (1941)
Citizen Kane/Cidadão Kane (1941) - Sem dúvida o mais famoso filme sobre jornalismo. Dirigido e escrito magistralmente por Orson Welles e coroteirizado com Herman J. Mankiewicz, tendo no cast o próprio Welles, Joseph Cotten e Everest Sloane. Esse notável drama foi o primeiro filme dirigido pelo jovem e iconoclasta Orson Welles, que antes tinha tido um grande sucesso no palco e no rádio. Mas ninguém esperava que esse boy wonder fizesse um significativo e controverso filme que foi importante por seu admirável e inteligente uso de numerosas técnicas visuais e sonoras, incluindo profundidade de foco, ângulos incomuns de câmera, excelente iluminação, contundente e expressiva música de Bernard Herrmann, notáveis efeitos sonoros, e diálogo passando de uma seqüência para a outra seguinte. A controvérsia começa com o plot básico – a notória vida pública e privada do editor americano Charles Foster Kane – que sugere muitos incidentes da vida de William Randolph Hearst. Tanto Kane quanto Hearst usaram o poder da imprensa para influenciar a opinião pública. Como resultado, a rede de jornais de Hearst evitou qualquer menção do audacioso filme e várias redes de cinema recusaram distribuí-lo ou exibi-lo. Cidadão Kane continua até hoje depois de mais de 60 anos a marcar sua forte influência nos novos cineastas.
Affectionately yours/Volta para Mim (1941)
Bad Man of Deadwood/O homem mau de Deadwood (1941)
In Old Cheyenne (1941)
Borrowed Hero (1941) – Produção do Monogram e dirigida por Lewis Colins, em que uma conhecidíssima repórter (Florence Rice) ajuda um jovem promotor de justiça (Alan Baxter) a esmagar uma grande gangue de malfeitores.
Beyond the Sacramento (1941)
You can’t escape forever/Mercado Negro (1942)
Woman of the year/A Primeira Dama (1942)
Sin town/Terra Selvagem (1942)
Roxie hart/Pernas provocantes (1942)
The pride of the yankees/O ídolo (1942)
Once upon a honeymoon/Era uma vez uma Lua sem Mel (1942) - Dirigido por Leo McCarey (1898-1986), estrelada por Ginger Rogers como uma animadora burlesca e Cary Grant (1904- 1986) como um repórter americano. Misturava a devastação da Theco-Eslováquia, Polônia e França com os frívolos desejos e travessuras da jovem Ginger.
Murder in the big house (1942)
Macao, l’ enfer du jeu/Labaredas (1942)
Keeper of the flame/A Chama Eterna (1942) - Um perturbante filme sobre a verdade e o direito de a expor, quando sujeita a questões de poder e de crise social. O tempo é o da II Guerra Mundial e o tema o de um homem idolatrado pelo público, que um jornalista descobre ser, na verdade, um líder fascista. A realidade e a máscara - como no conto de Borges - “Tema do Herói e do Traidor”.
Le journal tombe à cinq heures (1942)
I was framed (1942)
Henry Aldrich, editor (1942)
La fausse maîtresse (1942)
Escape from crime (1942)
The day will dawn/O renascer da vida (1942)
Criminal investigator (1942)
China girl (1942)
Berlin correspondent (1942)
Cairo/Cairo (1942) – Realizado por W.S. Van Dyke (1889-1943). A MGM tirou sua estrela-cantora Jeannette MacDonald (1901-1965) das comédias musicais para colocá-la numa comédia dramática implausível (com várias canções patrióticas) passada na Inglaterra e no Egito durante a II Guerra Mundial.
The lady has plans/Corpo de mulher (1942) - Por Sidney Lanfield (1900-1972), filme sobre espionagem em Lisboa. Ray Milland (1905-1986) como um americano correspondente de guerra e Paulette Goddard (1911-1989) como sua assistente, ajudando o serviço de inteligência britânico a descobrir um grupo de espiões nazistas.
Thunder rock/O Farol das Ilusões (1943)
They got me covered (1943)
Power of the press (1943)
Ne le criez pas sur les toits (1943)
Johnny came lately/Tragédia na Cidade (1943) - De William K. Howard (1899-1954), um veterano repórter de uma grande cidade (James Cagney, 1899-1986), ajuda uma decidida senhora de meia-idade (Grace George) a combater a corrupção política em sua cidadezinha.
La chèvre d’or (1943)
Down Rio Grande Way (1943) - Charles Starrett derrota um editor de jornal picareta.
Ministry of fear/Quando desceram as trevas (1944)
Laura/Laura (1944)
Lady in the dark/A mulher que não sabia amar (1944)
It happened tomorrow/Aconteceu amanhã (1944)
Cover girl/Modelos (1944)
Blood on the sun/Soldados sem Uniforme (1944)
Action in Arabia/Zona Internacional (1944)
Bowery champs (1944) – De Bowery Champs, realizada por Wiliam Beaudine para a Monogram. Um jovem revisor (Leo Gorcey) e sua turma conhecida como os East Side Kids tornam-se repórteres para provar a inocência de uma jovem (Evelyn Brent, 1889-1975) acusada de assassinato.
Story of G.I. Joe/Também Somos Seres Humanos (1945) - Este foi o primeiro filme que tomou como herói a figura de um jornalista, o mais lendário repórter de guerra, Ernie Pyle, que cobriu a campanha do Norte da África e a invasão da Itália durante a II Guerra Mundial, tendo sido morto na frente de combate pouco antes da estréia do filme. Meredith dá uma imagem muito fidedigna do repórter, mas o filme é também um dos melhores no estilo documentário de guerra, depois muito imitado.
Pan americana/Pan Americana (1945)
Objective, Burma!/Objectivo Burma (1945)
Invité de l’onzième heure (1945)
I’ll tell the world (1945)
Brenda Starr, reporter (1945)
Don´t Fence Me (1945)
La primula bianca (1946)
One more tomorrow (1946)
My reputation/A minha reputação (1946)
It shouldn’t happen to a dog (1946)
Les clandestins (1946)
The cat creeps (1946)
Home in Oklahoma (1946)
So well remembered/A Esquina da Vida (1947)
Shoot to kill (1947)
Rouletabille joue et gagne (1947)
Magic town/A Cidade Mágica (1947) - Até que ponto se pode acreditar nos jornais? Esta divertida comédia de Wellman (onde é visível a inspiração de Capra) leva-nos a uma cidadezinha ideal dos EUA, cuja divisão de votos corresponde exactamente à de todo o país. Procurando investigar o fenômeno, Stewart leva a fama à cidade, que se convence da sua importância e acaba por se desorientar. Uma paródia em que a eleição do presidente Harry S. Truman (dado como derrotado) seria o remate.
I cover big town (1947)
Hue and cry (1947)
The hucksters/Mercador de ilusões (1947)
Gentleman’s agreement/A Luz É para Todos (1947) - No pós-guerra, o cinema de denúncia tomou aspectos particularmente fortes, como neste filme de Kazan, em que um jornalista se faz passar por judeu para uma reportagem sobre o racismo encapotado em certos meios americanos. Vencedor de três Oscars: melhor filme, produção e atriz coadjuvante (Holm).
Dishonered lady/Caluniada (1947)
The corpse came C.O.D./Encomenda Sinistra (1947)
Le café du cadran (1947)
Boomerang!/Crime sem Castigo (1947)
Big town after dark (1947) – Produção da Paramount dirigida por William C. Thomas. Uma repórter policial (Hillary Brooke) dá uma mão ao seu editor para destruir uma quadrilha de racketeers.
Big town (1947)
That wonderful urge/Escândalo na Primeira Página (1948)
Superman/O Poder do Superhomem (1948)
Rouletabille contra la dame de pique (1948)
On our merry way/Tudo Pode Acontecer (1948)
No orchids for miss blandish/Amor de Gangster (1948)
June bride/Noiva da Primavera (1948)
Halte…police! (1948)
Call northside 777/A Verdade Vence Sempre (1948) - O clássico filme de jornalismo investigativo, mostrando a forma como a imprensa pode contribuir para o esclarecimento da verdade. Um jornalista teimoso na sua crença na inocência de um condenado por assassinato leva até ao fim a investigação e descobre a verdade. Para além do tema, o filme de Hathaway inscreve-se na escola “documentário”, em voga no pós-guerra nos EUA, com externas em estilo de reportagem.
The big clock/O relógio verde (1948)
Behind locked doors (1948) - Realização de Budd Roetticher para a produção Eagle-Lion, colabora com um detetive particular (Richard Carlson, 1912-1977), que se interna num asilo de loucos onde ele acredita que um político desonesto está escondido.
The Cobra Strykes (1948) - Realizado por Charles F. Reisner (1887-1962). O colunista de um jornal (Richard Fraser) soluciona diversos crimes e um roubo de jóias.
The kid from Cleveland (1949)
The fountainhead/Vontade Indómita (1949) - O tema central é a afirmação do espírito de individualismo e do direito do homem de dispor da sua obra, através da história de um arquiteto inspirado em Frank Lloyd Wright. Paralelamente, é também um filme sobre o poder e os limites da imprensa na formação e deformação da opinião pública, através da figura de um magnata (Massey).
Dernière heure, édition spéciale (1949)
Cinq tulipes rouges (1949)
Chicago deadline/Caminhos sem fim (1949) - Produzido pela Paramount e dirigido por Lewis Allen (1905-1986). Um repórter chereteiro de Chicago (Allan Ladd, 1913-1964) investiga a vida infeliz de uma jovem (Donna Reed) prostituta, cuja vida sórdida foi dominada por sua associação com gangues de criminosos, mulheres de gangsters, call girls e outros habitantes do submundo.
All the king’s men (1949) - Sobre o papel da Imprensa na construção da imagem de um político, este é também um filme de denúncia do populismo demagogo que acaba por adquirir uma feição fascista, e da cumplicidade de um jornalismo que se deixa iludir pelas aparências, anunciando o pesadelo que pouco depois cairia sobre os EUA e Hollywood em particular: o macarthismo. Três Oscars, incluindo melhor filme e ator (Crawford).
All over the town (1949)
Abandoned/Abandonada (1949)
Navajo Trail Raiders (1949) - Realizado por R. G. Springsteen. Herói expulsa da cidade um jornalista desonesto e líder fora-da-lei.
Jigsaw (1949) - Drama social da Fletcher Markls. Um colunista é assassinado tentando mostrar provas contra um odioso grupo fascista de Nova York.

Anos 50

The sound of fury (1950)
Shubun (1950)
Shakedown/A última reportagem (1950)
Quai de grenelle (1950)
Panic in the streets/Pânico nas Ruas (1950)
The lawless/O fugitivo de Santa Maria (1950) - De certo modo, este filme pouco conhecido de Losey desenvolve, de forma mais ampla nos seus objetivos, o tema de They Won’t Forget: a denúncia de uma situação de racismo numa pequena cidade da Califórnia contra os emigrantes de origem mexicana, através das reportagens do jornal local.
El crime de Oribe (1950)
Born yesterday (1950)
All about Eve/Eva (1950)
The well/Ainda Acontecem Milagres (1951)
Home town story (1951)
Forth worth/Contra o Crime (1951)
Come fill the cup/Nas Garras do Vício (1951)
Bannerline (1951)
Ace in the Hole/A Montanha dos Sete Abutres (1951) - Dirigido por Billy Wilder, é sem dúvida um dos mais importantes filmes realizados sobre o jornalismo. Nele vemos um jornalista falido (K. Douglas) que, enquanto está procurando um emprego no Novo México, encontra por acaso uma grande história ao descobrir que um mineiro está preso numa mina. Ele planeja explorar o incidente num acontecimento nacional de primeira página, com a esperança de um retorno sensacional. Ele inunda os jornais com matérias de interesse humano sobre a tragédia da vítima, enquanto impede um resgate rápido para cada vez mais explorar o assunto, arriscando a vida do mineiro (Richard Benedct). O insensível repórter entra na mina para entrevistar o operário, que começa a gostar da publicidade em torno dele. No final, já é muito tarde para resgatá-lo com vida.
The Rushwkackers (1951) - De Rodney Amateau, a história de um editor de um jornal que dá sua vida para estabelecer lei e ordem na fronteira.
Viva Zapata/Viva Zapata (1952)
Washington story (1952)
The turning point/Honra que Mata (1952)
Lo sceicco bianco/O Sheik Branco (1952)
Scandal sheet/Escândalo (1952)
Park row (1952) - Homenagem de Fuller aos pioneiros da imprensa nos EUA, tomando por título o nome da famosa rua onde os jornais de Nova Iorque tinham sede. A luta de um pequeno jornal para defender princípios deontológicos, num meio dominado pelo sensacionalismo, é também um manifesto pela liberdade de imprensa.
Deadline USA/A Última Ameaça (1952) - Com Fuller, Brooks foi o director por excelência do cinema sobre jornalismo nos anos 50. Deadline USA, um dos grandes clássicos do gênero, aborda a morte anunciada de um jornal por motivos econômicos (onde se via já uma alusão ao papel crescente da TV como meio de informação) e que procura chegar ao fim com uma campanha de limpeza da corrupção política na cidade.
The captive city/O Fantasma da Cidade (1952)
Assignment: Paris/Encontro em Paris (1952) - Se passa durante a guerra fria. Realizado por Robert Parrish. Um repórter americano (Dana Andrews), correspondente em Paris, tenta denunciar um complô dos países do bloco oriental contra o ocidental, com a amiga repórter (Marta Toren, 1925-1957) servindo apenas aos interesses românticos do jornalista.
Carson City/Ouro da discórdia (1952) – Randolph Scott (1903-1987) é contratado para construir uma ferrovia e acaba vingando a morte de um corajoso e idealista jornalista de uma cidadezinha do Oeste americano.
The San Francisco story/Pecadores de San Francisco (1952) - Realizado por Robert Parrish. Stuado em 1850, o filme mostra um combativo jornalista que persuade um próspero mineiro (Joel MacCrea, 1905-1990) a juntar-se a ele para combater as forças corruptas de San Francisco.
Virgile (1953)
The system/A Máquina do Crime (1953)
Roman holiday/Férias em Roma (1953)
Never let me go (1953)
Mon mari est merveilleux (1953)
It happened every thursday/Tomara que Chova (1953)
I love Melvin/Gosto do Rapaz (1953)
Hot news (1953)
Half a hero/Quase Herói (1953)
Francis covers the big town/Francis Detective (1953)
Les dents longues/O Ambicioso (1953)
The blue gardenia/A Gardénia Azul (1953)
Rear window/Janela Indiscreta (1954)
Living it up/O Rapaz Atómico (1954)
Front page story (1954)
Texas lady/A Dama Valente (1955)
La rue des bouches peintes (1955)
Les mauvaises rencontres (1955)
Love is a many splendored thing/O suplício de uma Saudade (1955) - O repórter William Holden amava a médica eurasiana Jennifer Jones, mas seu avião foi abatido durante a Guerra da Coréia, deixando a heroína sozinha no monte no qual marcara encontro com ele, ao som de Love Is a Many Splendored Thing, que a Academia de Hollywood considerou a melhor canção de 1955.
Je suis un sentimental/Eu Sou um Sentimental (1955)
City of shadows (1955)
The big tip off (1955) - Richard Conte (1910-1975), no papel de um jornalista de uma pequena cidade, é vítima de um mesquinho bandido.
You can’t run away from it/Não Fugirás a Isto (1956)
While the city sleeps/No silêncio de uma cidade (1956) - Tendo no seu elenco George Sanders, Vincent Price, Ida Lupino e Thomas Mitchell, a trama apresenta um psicopata que assassinou várias mulheres e é o motivo de competição de jornalistas que querem descobrir sua identidade. O proprietário do jornal (Price) promete um posto importante para aquele de seus jornalistas que descobrir a identidade do assassino. Sua proposta incita uma feroz competição entre seus repórteres, tendo cada um deles seu próprio motivo. Alguns, mais insensíveis do que outros, usam suas namoradas como chamariz para agarrar o frio criminoso, que se descobre ser um jovem entregador de jornais (John Drew Barrymore) oprimido por sua mãe dominadora. Além desse plot criminal, o filme ataca fortemente as práticas desonestas de jornalistas que aceitam cruzar a linha da moralidade e da ética para alimentar sua própria ambição.
Slander (1956)
Le salaire du peché/O Salário do Pecado (1956) - Se a França não tem uma tradição de cinema sobre jornalismo, alguns filmes do gênero destacam-se da produção em geral, como este, que segue o enredo clássico do jornalismo investigativo que procura inocentar uma jovem acusada de assassinato.
High Society/Alta Sociedade (1956)
The harder they fall/A trágica farsa (1956) - Com Humphrey Bogart, Rod Steiger e Jan Sterling. Bogart interpreta um jornalista esportivo desiludido pela corrupção no meio do boxe. Drama realista e forte baseado numa novela de Budd Schulberg.
The girl can’t help it/Sabes o que quero (1956)
En effeuillant la marguerite/Desfolhando a Margarida (1956)
Difendo il mio amore/Escândalo em Milão (1956)
Beyond a reasonable doubt/Suplício de uma alma (1956) - O último filme de Lang nos EUA é uma sombria reflexão sobre a realidade e a aparência, através de um jornalista que monta um esquema para ser acusado de assassinato, de modo a denunciar a fragilidade do sistema judicial. Mas a verdade não é assim tão simples. O editor de um jornal, seu futuro sogro e cúmplice no esquema, é a única pessoa que pode provar sua inocência e que está determinado a provar também os perigos da evidência circunstancial a um promotor que fez toda sua carreira nesse aspecto do direito. Infelizmente, o editor morre num acidente de carro, criando um dilema perigoso para o jornalista.
Scadall incorporated (1956) – Retratata um redator desagradável disposto a arruinar carreiras para aumentar a circulação de seus jornais ou ganhar dinheiro as custas de chantagens.
Behind the dedlines (1956)
Sweet smell of success/A embriaguez do sucesso (1957) - Realização de Alexandre MacKendrick, com Burt Lancaster e Tony Curtis. Um colunista de fofocas nova-iorquino (B. Lancaster) reina supremo chegando a manipular jovens mulheres ambiciosas, políticos corruptos e insaciáveis agentes do mundo publicitário de Nova York. Curtis interpreta o papel de um desses famintos, lisonjeadores e repulsivos agentes que rastejam na presença do colunista com o intuito de conseguir a citação de um de seus poucos clientes na sua coluna. A maquinação desses dois repugnantes abutres urbanos termina numa tragédia para um inocente jovem casal.
The sun also rises/E agora brilha o sol (1957)
Hour of decision (1957)
Hot summer night/Noite Candente (1957)
The fuzzy pink nightgown/De camisola cor de rosa (1957)
A face in the crowd/Um Rosto na Multidão (1957)
Designing woman/Teu nome é mulher (1957)
Bel ami (1957)
Desk Set/Amor Eletrônico (1957)
Crime of passion/Da ambição ao crime (1957) - Direção de Gerd Oswald (1916-1989). Uma repórter de San Francisco (Bárbara Stanwyck, 1907-1990) abandona sua carreira para se casar com um tira de Los Angeles (Sterling Hayden, 1916-1986).
Teacher’s pet/Dupla personalidade (1958)
The tarnished angels/Almas maculadas (1958)
The quiet american/O Americano Tranqüilo (1958)
On tue à chaque page (1958)
Lonely hearts/Os fugitivos (1958)
The last hurrah/O último hurra (1958)
I want to live/Eu Quero Viver (1958)
Les grandes familles (1958)
Cargaison blanche (1958)
Appointment with a shadow/Encontro com a Sombra (1958)
Another time, another place/Vítima de uma paixão (1958) - De Lewis Allen (1905-1986). Uma correspondente americana (Lana Turner, 1920-1995) em Londres durante a II Guerra Mundial envolve-se num caso amoroso com um homem casado (Sean Connery), que é dado como morto em ação.
Story on page one (1959)
Deux hommes dans Manhattan (1959)
The desperate man (1959)
Porquoi viens-tu si tard?/Porque Vens Tão Tarde? (1959)
Brigade des moeurs (1959)
Beloved infidel/O ídolo de cristal (1959)
The angry hills/Colinas da Ira (1959)
Deadline midnight (1959)

Anos 60

Inherit the wind/O vento será sua herança (1960)
Elmer gantry/Entre Deus e o pecado (1960)
La dolce vita/A Doce Vida (1960)
Cimarron/Jornada da vida (1960)
Una vita dificile/Uma vida difícil (1961)
One, two, three/Cupido não tem bandeira (1961)
The mark/A Marca (1961)
The day the earth caught fire/O dia em que a guerra pegou fogo (1961)
Portrait robot (1962)
A new kind of love/Amor daquele jeito (1962)
The man who shot liberty valance/O Homem que Matou o vacínora (1962) - O filme sobre a “morte” do western é também um dos mais emotivos manifestos sobre a liberdade de imprensa, com a figura do jornalista (O’Brien) quase imolada pelo direito de expressão. É também uma reflexão sobre a verdade e a mentira, com os outros jornalistas impondo o mito sobre a verdade dos fatos.
Shock corridor/Paixões que alucinam (1962) - Um dos filmes mais violentos de Fuller, realizador-jornalista por excelência. Para descobrir o assassinato de um homem internado num asilo de alienados, um jornalista faz-se admitir nele como paciente. O resto é uma viagem ao reino dos infernos, verdadeiro pesadelo num microcosmo do próprio mundo. A sequência da alucinação foi filmada a cores, num filme a preto e branco.
L’oeil du malin (1962)
Lawrence of Arabia/Lawrence da Arábia (1962)
Hatari/Hatari (1962)
Cronacca familiare/Dois Irmãos, Dois Destinos (1962) - Como Arise My Love, este filme de Zurlini aborda a guerra civil espanhola, mas vista do exterior. Acima de tudo, um filme de sentimentos e sobre os laços afetivos que ligam dois irmãos, separados em crianças, sendo um educado num meio de bem estar e o outro sobrevivendo num rotineiro e pouco emotivo trabalho de jornalista.
Advise and consent/Tempestade sobre Washington (1962)
Sex and the single girl/Bonita e solteira (1963)
Charulata/A esposa solitária (1963)
Une femme mariée/Uma Mulher Casada (1964)
Quick, before il melts (1964)
Les paparazzi (1964)
Obzalovany/O Acusado (1964)
Kazdy den odvahu/Coragem para todos os Dias (1964)
Fantômas (1964)
Black like me (1964) - De certo modo, uma variação de Gentleman’s Agreement, de Kazan, com um jornalista branco (Whitmore) que se disfarça de negro (alterando a pigmentação da pele através de drogas) para uma reportagem sobre os preconceitos raciais. O filme inscreve-se na luta que então se travava nos EUA pelos direitos civis.
Young Cassidy/Rebelde sonhador (1965)
Qui êtes-vous polly maggoo/Quem é você Polly Maggoo (1965)
O desafio (1965)
City of fear (1965)
Boeing Boeing/Boeing Boeing (1965)
The bedford incident/O caso Bedford (1965)
Press for time/Norman Jornalista (1966)
Nayak (1966)
Made in U.S.A. (1966)
The fortune cookie/Uma loura por um milhão (1966)
À nous deux Paris (1966)
Blow-up/Depois daquele jeiito (1966)
Zhurnalist (1967)
Vivre pour vivre/Viver para Viver (1967)
Terra em transe (1967)
In cold blood/A Sangue Frio (1967)
The shoes of the fisherman/As Sandálias do Pescador (1968)
La mort d’un honnète homme (1968)
The green berets/Os Boinas Verdes (1968)
La grande lessive/Guerra à TV (1968)
Tout peut arriver (1969)
Z (1969)
Take the money and run/Um assaltante bem trapalhão (1969)
Medium cool/América, América, Para Onde Vais? (1969)
Gaily Gaily/Uma certa casa em Chicago (1969)

Anos 70

Wusa/Sala dos espelhos (1970)
La pacifista (1970)
The vanishing point/Corrida Contra o Destino (1970)
La salamandre (1970)
Play misty for me/Perversa paixão (1971) - Dirigido e interpretado por Clint Eastwood, um radialista é perseguido por uma ex-amante desequilibrada.
Tout va bien/Tudo Vai Bem (1972)
Sbatti il mostro in prima pagina/O Monstro na Primeira Página (1972) - O filme conta a história do editor de um grande jornal que tem cara de independente, mas é financiado pela direita italiana. Em pleno processo eleitoral, o editor (Gian-Maria Volontè), instruído por seus empregadores, busca uma forma de incriminar a esquerda, manipulando (mais que influenciando) a opinião pública. A história é sórdida. Ele usa um tolo militante comunista como bode expiatório e o transforma num caso que sacudiu a crônica policial – o estupro, seguido de assassinato, de uma jovem.
L’ odeur des fauves/Caçador de Escândalos (1972)
Girolimoni, il mostro di Roma/Por Ordem de Mussolini (1972)
État de siège/Estado de Sítio (1972)
Il caso Mattei/O Caso Mattei (1972)
L’attentat/O Atentado (1972)
Pink Flamingos (1972)
Les vilaines manières/Mau Comportamento (1973)
Reed, México insurgente (1973)
Un linceul n’a pas de poches/Os Escândalos da Cidade (1973) - Um dos mais singulares e corrosivos cineastas franceses. O filme é uma adaptação do famoso romance de Horace McCoy O Pão da Mentira (No Pockets in a Shroud), uma das mais violentas denúncias das pressões políticas sobre a imprensa livre.
L’ héritier/O Herdeiro (1973)
I.F. Stone’s weekly (1973)
Extreme close-up (1973)
Stavisky (1974)
The parallax view/A trama (1974) - Impressionante thriller sobre os sucessivos assassinatos das testemunhas de um crime político, que leva por arrasto o próprio jornalista que encontra os pontos de ligação entre as vítimas. Um filme marcado pelo clima de histeria jornalística que se seguiu ao assassinato do presidente norte-americano John Kennedy e às teses de conspiração à sua volta.
Un nuage entre les dents/Repórteres sem Freio (1974)
Juliette et Juliette/Julieta e Julieta (1974)
The front page/A Primeira Página (1974) - Wilder regressa à forma original da peça de Hecht e McArthur, principalmente para explorar o magnífico par Lemon e Matthau, o jornalista e o chefe, dando o último uma das mais turbulentas e cínicas personagens do gênero no cinema. Porventura o filme mais divertido (e um dos mais verdadeiros) sobre o que é a autêntica essência da profissão jornalística.
Alice in der städten/Alice nas cidades (1974)
The corpse came C.O.D/Amortalha de seda (1974) - Realização de Henry Levin (1909-1980) para a Columbia. Dois repórteres rivais (George Brent, 1904-1979, e Joan Blondell, 1909-1979) estão determinados em resolver o mistério: por que um cadáver foi enviado de navio para uma atriz de cinema (Adele Jergens)?
Die verlorene ehre der Katharina Blum/A Honra Perdida de Katharina Blum (1975) - Sobre o jornalismo sensacionalista na antiga Alemanha Federal, alimentado pela histeria provocada pela atividade dos grupos radicais de esquerda, com referência ao grupo Baader-Meinhoff. Schlöndorff opta por uma visão distorcida, carregando as tintas para impor a sua perspectiva. Extremamente dramático, com uma excelente criação de Winkler e a mais abjeta imagem de um jornalista no cinema.
Professione: reporter/Profissão: Repórter (1975)
The odessa file/O dossiê de Odessa (1975)
Nashville/Nashville (1975)
L’important c’est d’aimer/O Importante É Amar (1975)
Lily, aime moi/Volta Meu Amor (1975)
L’amour blessé/O homem ferido (1975)
Cartas na mesa (1975)
Amici miei/Meus caros amigos (1975)
Alfie darling/Oh, Alfie (1975)
A queda (1976)
Network/Rede de Intrigas (1976)
Le jouet/O Brinquedo (1976)
The front/O Testa de Ferro (1976)
Barocco/Escândalo de Primeira Página (1976)
All the president’s men/Todos os homens do presidente (1976)
The front/testa de ferro por acaso (1976) – De Martin Ritt, de 1976. Com Woody Allen, em seu melhor papel como ator dramático, na pele do sujeito que emprestava seu nome a um roteirista incluído na lista-negra – e que, no final, também peita a comissão que comanda a caça às bruxas de MacCarthy.
La question (1977)
J. A. Martin, Photographe (1977)
Una giornata particolare/Um dia muito especial (1977)
Le diable dans la boîte/O Diabo Desempregado (1977)
Czlowiek z marmaru/O Homem de Mármore (1977)
Between the lines (1977)
Die allseitig reduzierte persönlichkeit – redupers (1977)
Who’ll stop the rain/Guerrilheiros do Inferno (1978)
Superman/Superhomem (1978)
Newsfront (1978) - Filme australiano sobre operadores de atualidades cinematográficas. Noyce utiliza, integradas na ficção, muitas sequências de reportagens dos anos 40 e 50. Uma descoberta de um estilo pouco utilizado no cinema de ficção.
Morte di un operatore (1978)
O meu nome é… (1978)
Judith Therpauve (1978)
FM (1978)
Comment ça va (1978)
Bez znieczulenia/Sem Anestesia (1978)
A perfect couple/Um casal perfeito (1979)
The journalist (1979)
The electric horseman/O Cavaleiro Elétrico (1979)
The dark/Escuridão (1979) - De John Bud. Uma repórter de tevê é envolvida em uma série de assassinatos horrorosos.
The China syndrome/Síndrome da China (1979) – Direção de James Brides (1928-1993), estrelado por Jane Fonda. Uma repórter de tevê testemunha, enquanto fazia uma reportagem numa usina nuclear, um desastre potencial em razão de um mau funcionamento.
Being there/Muito além do jardim (1979)
Apocalypse now (1979)
Agatha/O Mistério de Agatha (1979)

Anos 80

Superman II/Superhomem II (1980)
La mort en direct/A morte ao vivo (1980)
Melvin and Howard/Melvin e Howard (1980)
Double negative (1980)
CMA (1980)
Reporters/Repórteres (1981)
Reds/Reds (1981) - Realização de Warren Beatty, de 1981, focalizou o repórter ativista John Reed em vários momentos de sua vida, entre outros, sua estada na Rússia, onde ele presencia o nascimento da Revolução de 1918. De volta aos Estados Unidos Reed publica seu livro intitulado Dez Dias que Abalaram o Mundo, contando suas experiências. O filme ganhou vários Oscars, inclusive o de melhor diretor.
The howling/Grito de horror (1981) – Horror, focando um repórter de tevê. Um repórter consulta um psiquiatra na Califórnia por causa de seu próprio trauma sexual.
Houston-Texas/Houston-Texas (1981)
L’homme fragile (1981)
Eyes of a stranger/Olhos assassinos (1981)
Die fälschung/Os falsários (1981)
Eyewitness/Testemunha fatal (1981) - Do diretor inglês Peter Yates, uma jornalista da tevê (Sigourney Weaver) é envolvida numa rede de intrigas pelo namorado (William Hurt).
Czlowiek z zelaza/O homem de ferro (1981)
Continental divide/Brincou com fogo… acabou fisgado (1981)
Blow-out/Um tiro na noite (1981)
Absence of malice/Ausência de malícia (1981) - O jornalista como detentor de uma ilusão: a de que o seu olhar corresponde objetivamente à verdade. Tal presunção tem os seus riscos na medida em que, julgando agir de modo próprio, é muitas vezes manipulado. Importante reflexão sobre o exercício do jornalismo e a sua inerente responsabilidade social.
The seduction (1981) - Uma jornalista é perseguida por um insistente e perturbado fotógrafo que a observa através das potentes lentes de sua câmera, enquanto monta uma galeria de fotos da moça numa parede de seu apartamento.
The year of living dangerously/O ano em que vivemos em perigo (1982) - Com Mel Gibson e Sigourney Weaver, um fotojornalista australiano enfrenta perigos e intrigas políticas na Indonésia dos anos 60.
Wrong is right (The Man With the Deadly Lens)/O homem com a lente mortal (1982) - Aqui estamos em pleno domínio da informação como espetáculo, através dos meios audiovisuais. O fato de ter uma câmara e dar notoriedade a quem capta, abre por todo o lado as portas ao repórter Connery. Mas esse espetáculo tem um preço: é a diluição de verdade e da informação na encenação feitas pelas estações televisivas.
Visiting hours/Horário de visita (1982)
Videodrome/Videodrome:a síndrome do vídeo (1982)
Die sehnsucht der Veronika Voss/O desespero de Veronika Voss (1982)
Le prix du danger/Preço do perigo (1982)
Mile milliard de dollars/Mil milhões de dólares (1982)
Giro City/Giro City: a cidade proibida (1982)
Deadly games/Jogo mortífero (1982)
Zelig/Zelig (1983)
Under fire/Sob fogo cerrado (1983) - Um fotógrafo interpretado por Nick Nolte se envolve em armações políticas durante a revolução sandinista na Nicarágua, no fim dos anos 1970.
Superman III/Superhomem III (1983)
Last plane out/O último avião (1983)
The king of comedy/O rei da comédia (1983)
Eddie and The Cruisers/Eddie, o ídolo pop (1983)
Boat People/Boat People (1983)
Los reporteros (1984)
The ploughman’s lunch/A Verdade dos Factos (1984) – Um dos raros, se não o único, dos filmes recentes sobre jornalismo em que a personagem nada tem de heróico, arrastando-se pela rotina do seu trabalho e pelas suas ilusões no meio de outros colegas tão cínicos e desiludidos como ele, na Inglaterra de Margaret Thatcher, pós-guerra das Falklands.
Not for publication/Tudo por dinheiro (1984)
O lugar do morto (1984)
The killing fields/Os gritos do silêncio (1984) - Adaptação das memórias de Sidney Schanberg, jornalista de The New York Times que acompanhou a ocupação do Cambodja pelo Khmer Vermelho. Uma viagem de horror por um país devastado e uma história de amizade entre o repórter e um cambodjano perseguido. Três Oscars, para Nagor (pelo seu papel de cambodjano), fotografia e montagem.
E la nave va/E la nave va (1984)
Choose me/O Passageiro da Noite (1984)
City girl (1984)
Reckless (1984)
A Flash of Green (1984) – Dirigido por Victor Nunez, um valente repórter (Ed Harris) de uma pequenina cidade consegue, com suas crônicas políticas, vencer uma controvertida questão ambiental.
Scandal sheet/O chantagista (1985)
Le quatrième pouvoir (1985)
Perfect/Perfeição (1985)
The mean season/Temporada sangrenta (1985)
Komikku zasshi nanka iranai! (1985)
Just one of the guys/Quase igual aos outros (1985)
Ginger and Fred/Ginger e Fred (1985)
Fletch/Assassinato por encomenda (1985)
Fever pitch/Amor em jogo (1985)
Eleni/A Guerra Selvagem (1985)
Dreamchild (1985)
Defense of the realm/Em defesa da verdade (1985) - O confronto entre o poder estabelecido e a imprensa, e os limites (e mesmo fragilidade) do “quarto poder”, obrigado a calar-se quando interesses de segurança nacional se impõem. O jornalista deve calar o que sabe ou arriscar-se a levar até ao fim a reportagem? A resposta é pessimista neste filme à volta de um acidente nuclear na Inglaterra.
Scoop/O grande furo (1986)
Salvador/Salvador: o martírio de um povo (1986) - Um dos filmes sobre jornalistas que tomam uma personagem real e uma guerra civil como referência. O primeiro é Richard Boyle (interpretado por Woods) também co-argumentista com Stone, e a segunda a tragédia de El Salvador em 1980-81.
The imagemaker (1986)
The fly/A Mosca (1986)
Heartburn/A Díficil Arte de Amar (1986)
Crocodile Dundee/Crocodilo Dundee (1986)
Superman IV: the quest for peace/Superhomem IV (1987)
Street smart/Armação perigosa (1987)
Repórter X (1987)
Radio days/A Era do rádio (1987)
Intervista/Entrevista (1987)
Good morning, Vietnam/Bom Dia, Vietnam (1987)
Gardens of stone/Jardins de pedra (1987)
Deadline (1987)
Cry freedom/Um grito de liberdade (1987)
Broadcast news/Nos bastidores da notícia (1987) - Neste filme são novamente a TV e a informação transformada em espetáculo os temas centrais. Tudo sujeito às regras impostas na luta pela audiência.
A world apart/Um Mundo à Parte (1988)
Talk radio/Verdades que matam (1988) - Um radialista deixa os problemas pessoais interferirem em seu trabalho
Switching channels/Troca de maridos (1988) - Esta nova versão da peça The Front Page retoma a variação praticada por Hawks (His Girl Friday) mas fica a léguas do original, particularmente na exploração da rivalidade sexual. Turner é brilhante, mas o papel mais divertido cabe a Reeve, o noivo repudiado, com medo das alturas, parodiando a sua conhecida criação de Superman.
Shooter/Atirador (1988)
Messenger of death/Mensageiro da morte (1988)
Dead pool/Na lista negra (1988)
The Milagro Beanfield War/ Rebelião em Milagro (1988) – Direção do ator-produtor Robert Redford. Um pobre fazendeiro mexicano decide lutar contra poderosos latifundiários que procuram explorar os fazendeiros locais – com a ajuda de um dono de jornal e outras pessoas.
Scandal/Notas sobre um escândalo (1989) - Realizado para TV e um dos menos conhecidos filmes de Fuller, descreve os últimos dias da ditadura de Ferdinando Marcos nas Filipinas, o caos e a violência que então imperavam. Um momento de choque logo na abertura: um soldado exigindo da fotógrafa (Beals) que registre o momento em que ele mata um suspeito à queima-roupa. Fuller também aparece, com a turbulência habitual, na figura de um editor de jornal.
Fletch lives/Fletch vive (1989)
84C MOPIC/Um caso de guerra (1989)
Burndown (1989)
Batman/Batman (1989)

Anos 90

A show of force/Assassinato sob duas bandeiras (1990) - Realizado para a Paramount pelo brasileiro Bruno Barreto. Drama político situado em Porto Rico, com uma repórter da tevê, interpretada por Amy Irving, que investiga as mortes suspeitas de dois ativistas que foram encontrados terrivelmente torturados e assassinados.
The Memphis Belle/Menphis Belle: a fortaleza voadora (1990)
The man inside/O plano perfeito (1990)
The bonfire of the vanities/A Fogueira das Vaidades (1990)
Year of the gun/O ano da fúria (1991)
Turtle beach/Praia dos sonhos (1991)
A time for cherries (1991)
Requiem for Dominik (1991)
Le pas suspendu de la cigogne (1991)
A grande arte (1991)
He Said, She Said/Ele disse, ela disse (1991)
The public eye/A testemunha ocular (1992)
Hero/Herói (1992) - Hero retoma um certo tipo de cinema sobre jornalismo dos anos 30, onde a imprensa escrita era dominante. Impera agora o audiovisual, com uma equipe de TV em busca de um herói anônimo que salvou os sobreviventes de um desastre de aviação.
The heart of justice/O coração da justiça (1992)
C’est arrivé près de chez vous/Aconteceu perto da sua casa (1992)
The countess Alice/Simplesmente Alice (1992)
The pelican brief/O dossiê Pelicano (1993)
Of love and shadows/De amor e de sombras (1993)
Groundhog day/Feitiço do tempo (1993)
Daens/Daens: um grito de justiça (1993)
La classe américaine (1993)
Born yesterday/Nascida Ontem (1993)
Quiz show/Quiz show: a verdade dos bastidores (1994)
Prêt-à-porter/Prêt-à-porter (1994)
The paper/O jornal (1994) - Dirigida por Ron Howard para a Universal. Uma comédia dramática frenética sobre um dia na vida de um jornal tablóide de Nova York. Dois afroamericanos são falsamente acusados de matarem dois homens brancos. O incidente acaba como uma rivalidade entre dois jornalistas, interpretados por Michael Keaton e Glenn Close.
Nell/Nell (1994)
Natural born killers/Assassinos por natureza (1994)
Ms. Parker and the vicious circle (1994)
Interview with the vampire: the vampire chronicles/Entrevista com o vampiro (1994)
I love trouble/Adoro problemas (1994) - Charles Shyer, produção da Buena Vista. Uma jornalista foca (Julia Roberts) admira o rival colunista veterano do jornal em que trabalha; Nick Nolte encarna o jornalista.
The hudsucker proxy/Na roda da fortuna (1994)
Fatherland/A nação do medo (1994)
Adeus princesa (1994)
Indictment: the Macmartin trial/Acusação (1995)
To die for/Um sonho sem limites (1995) - Mostra a luta de uma ambiciosa garota-do-tempo, interpretada por Nicole Kidman, para ter sucesso na TV.
Jenipapo (1995)
Up close and personal/Íntimo e pessoal (1996)
The people vs. Larry Flint/O povo contra Larry Flint (1996) - De Milos Forman, sobre o lendário criador da Hustler.
Close-Up (1996)
Afirma Pereira (1996)
One fine day/Um Dia Especial (1996)
Doces Poderes (1996) - Sobre o envolvimento de jornalistas em eleições e seu envolvimento com a corrupção.
The wings of the dove/Asas do amor (1997)
Welcome to Sarajevo/Bem Vindo a Sarajevo (1997)
Wag the dog/Mera conscidência (1997) - Uma fábula acerca da manipulação da mídia, que antecipa as teses conspiratórias sobre o 11 de Setembro, com um produtor de Hollywood como o grande manipulador, capaz de mandar até no presidente dos EUA.
Territorio Comanche/Territorio Comanche (1997)
Midnight in the garden of good and evil/Meia noite no jardim do bem e do mal (1997)
Mad city/O quarto poder (1997)
Private Parts /O rei da baixaria (1997) - Autobiografia do polêmico radialista americano Howard Stern
Doces poderes (1997)
Winchell/O poder da notícia (1998)
Pleasantville/A vida em preto e branco (1998)
Paparazzi/Paparazzi (1998)
Paparazzi/Paparazzi (1998)
Fibra óptica (1988)
Fear and loathing in Las Vegas/Medo e delírio (1998)
Celebrity/Celebridades (1998)
True crime/Crime verdadeiro (1999) - Regresso ao modelo de Call Northside 777, mas agora com o herói-jornalista (Eastwood) mais como anti-herói, personagem desencantada cuja decadência apenas lhe deixou o faro jornalístico, que na circunstância vai aplicar para tentar salvar um condenado à morte que ele julga inocente. Afinal, um jornalismo independente, ainda capaz de lutar por causas justas.
The Truman Show/O show de Truman (1988) - Dirigido por Peter Weir, é estrelado pelo comediante Jim Carrey. Sem saber, Truman Burbank é o personagem principal de um reality show de sucesso absoluto na TV americana.
Snow falling on cedars/Neve sobre os cedros (1999)
Never been kissed/Nunca fui beijada (1999)
My favorite martian/Meu marciano favorito (1999)
The insider/O informante (1999) - Russell Crowe como o executivo da indústria tabagista que revela informações secretas sobre cigarro ao produtor do programa de tv 60 Minutos. O cara é demitido, o jornalista se compromete com ele, mas, na hora H de o programa ir ao ar, o anunciante usa seu poder para arquivar a grande matéria. Talvez a verdadeira guerra seja esta, entre a romantização do jornalista e as pressões que ele sofre dentro da Redação.
EDtv/EDtv (1999)
Au coeur du mensonge/No coração da mentira (1999)

Século XXI

When the sky falls/Alto risco (2000)
Tinta roja/Tinta vermelha (2000)
Red ink (2000)
Picking up the pieces/Juntando os pedaços (2000)
Oaklake project (2000)
Joe gould’s secret (2000)
Left behind (2000)
Complicity (2000)
La Commune (Paris, 1871) (2000)
Coo Coo Cafe (2000)
Caught in the middle (2000)
Almost famous/Quase famosos (2000)
Zoolander/Zoolander (2001)
Harrison Flowers/O Resgate de Harrison (2001)
The shipping news/Chegadas e partidas (2001)
Scandal: sweet revenge (2001)
Nikogarsnja zemlja/Terra de ninguém (2001)
The fourth angel/O 4º anjo (2001)
Flying virus/Abelhas: ataque mortal (2001)
Down (2001)
15 Minutes/15 minutos (2001)
V Dvizhenii (2002)
Van Wilder/O dono da festa (2002)
Spider-Man/Homem Aranha (2002)
S1m0ne/Simone (2002)
The Ring/O chamado (2002)
The perfect you/Paixão de aluguel (2002)
The quiet american/O americano tranquilo (2002)
Le mystère de la chambre jaune (2002)
The mothman prophecies/A última profecia (2002)
Mr. Deeds/A herança de Mr. Deeds (2002)
Live from Baghdad/Ao vivo de Baghdad (2002)
The guys/Os heróis (2002)
Deadline (2002)
Cidade de Deus (2002) - Inspirado numa história real, mostra os personagens da favela Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, pelas lentes de um fotógrafo adolescente.
Life or something like it/Uma vida em sete dias (2002)
War stories (2003)
Veronica Guerin/O custo da coragem (2003)
Smash the kitty (2003)
Shattered glass/O preço de uma verdade (2003) - Conta a história de um jornalista que inventava grande parte de suas matérias.
The Life Of David Gale/A vida de David Gale (2003)
How to lose a guy in 10 days/Como Perder um Homem em 10 Dias (2003)
Danny Deckchair/A grande virada de Danny (2003)
Bruce Almighty/Todp Poderoso (2003)
Baltic storm/Tempestade no Báltico (2003)
15:35: Spoor 1 (2003)
Spider-Man 2/Homem Aranha 2 (2004)
Sky Captain and the world of tomorrow/Capitão Sky e o mundo de amanhã (2004)
Redentor (2004)
Paparazzi (2004)
The life aquatic with Steve Zissou/A vida marinha com Steve Zissou (2004)
Lá fora (2004)
Kekexili/Patrulha da montanha (2004)
In my father’s den/Um refúgio no passado (2004)
Crónicas (2004)
Anchorman: the legend of Ron Burgundy/O âncora: a lenda de Ron Burgundy (2004) - Uma comédia sobre um âncora de TV dos anos 1970 confrontado por uma colega ambiciosa.
Outfoxed: Rupert Murdoch's War on Journalism (2004)
Die zombiejäger (2005)
Where the truth lies/Verdade nua (2005)
The weather man/O Homem do Tempo (2005)
Vlado: 30 anos depois (2005)
V for vendetta/V de vingança (2005)
Thank you for smoking/Obrigado por fumar (2005)
Le promeneur du champ de mars/Um Passeio pela História (2005)
Good night, and good luck/Boa Noite, e Boa Sorte (2005) – Maravilhosa e atual leitura do papel do jornalismo, apresentando por meio do confronto entre o apresentador e jornalista Ed Murrow, da CBS, e o senador Joseph McCarthy, nos anos 50, em plena “caça às bruxas” do anticomunismo que varreu os EUA no período da Guerra Fria.
Capote/Capote (2005)
Crime delicado (2005)
Douglas Byrne: Freelance Journalist (2005)
Superman Returns/Superman: o retorno (2006)
Shades of black/Ascensão e Queda de Conrad Black (2006)
Scoop/O grande furo (2006) - Woody Allen realiza o sonho de todo repórter digno de exercer a função. Um repórter engana Creonte em sua barca da morte e volta do além para fornecer a uma foca ambiciosa (Scarlett Johansson) a chave de um segredo ou de uma suspeita. Um herdeiro – e um aristocrata, ainda por cima - pode ser o responsável por crimes em série que estão abalando Londres. Para prová-lo, Scarlett arrisca sua vida, mas ganha ajuda de um mágico atrapalhado (o próprio Woody Allen).
The Queen/A Rainha (2006) - Quem disse que os soberanos e os governantes não agem de olho na mídia, nas sondagens e na opinião pública? Este filme mostra precisamente o contrário, ao fazer a narrativa autêntica dos dias que se seguiram à morte da princesa Diana, com a casa real britânica (aconselhada pelo primeiro-ministro Tony Blair) a dar uma cambalhota de 180 graus para amortecer a indignação da rua e da imprensa quanto à ausência de reação oficial ao acontecimento. Não tendo um único jornalista como protagonista, o filme redunda numa reflexão sobre o poder da mídia.
Man about town/Um cara quase prefeito (2006)
Kabul Express (2006)
Infamous/Confidencial (2006)
The good german/O segredo de Berlin (2006)
For your consideration/Por trás das câmeras (2006)
The devil wears Prada/O Diabo Veste Prada (2006)
Il caimano/O crocodilo (2006)
Borat: cultural learnings of america for make benefit glorious nation of
Kazakhstan/Borat (2006)
Blood diamond/Diamante de Sangue (2006)
All the king’s men/A grande ilusão (2006)
Zodiac/Zodíaco (2007)
Primeval/Primitivo (2007)
Perfect stranger/A estranha perfeita (2007)
DOT.COM (2007)
El cÿrtel (2007)
Bordertown/Cidade do silêncio (2007)
Lions for lambs/Leões e cordeiros (2007)
Resurrecting the Champ/O resgate de um campeão (2007) – O desconhecido diretor Rod Lurie levou para as telas a história de jovem jornalista esportivo, Erik Kernan (Josh Hartnett, de Pearl Harbor), que encontra a chance da carreira quando se depara com um ex-pugilista vivendo nas ruas de Denver como um sem-teto. Mas a apuração precipitada vai trazer mais problemas que a fama repentina. Baseado numa história real, coloca a imprensa no banco dos réus. É um filme cuja força está no roteiro. Samuel L. Jackson (com muita maquiagem) faz o pugilista. Destaque para ponta de Teri Hatcher (bastante envelhecida). Ótima diversão para uma tarde de sábado.
The hunting party/A caçada (2007) - O filme de Richard Shepard tem como base o artigo "Como passei minhas férias de verão" da revista Esquire (leia). Nele é relatado como cinco jornalistas reuniram-se em Sarajevo, cinco anos após a guerra, para tentar encontrar Radovan Karadzic, um notório criminoso e sujeito diretamente responsável pelo assassinato e tortura de milhares de muçulmanos na região.

4 comentários:

Alice Salles disse...

Faltaram alguns filmes... e principalmente Frost/Nixon que você deveria assistir!

Maurício Tuffani disse...

Ótima seleção, Victor. Parabéns pelo trabalho.

Barone disse...

Alice: muitos filmes devem ter ficado de fora. Vou procurar este que você indicou. Se souber de mais algum me avise. Um beijo.

Tuffani, obrigado pelas palavras e por ter apontado o erro. Corrigido. Abraço.

Rodrigo Cássio disse...

Barone,
Você não pode deixar de ler o livro de Stella Senra, chamado O Último Jornalista. É um belo estudo da representação dos jornalistas no cinema, com foco nos clássicos de Hollywood.
Parabéns pela pesquisa!