Semana On

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Gaúchos nervosos

O jornalista Graciliano Rocha é um dos expoentes da nova geração de jornalistas saídos de Mato Grosso do Sul. Atualmente correspondente da Folha em Porto Alegre, já mostrou aos gaúchos que não foi para lá passar férias. As primeiras cicatrizes estão na pele. Graciliano foi agredido na rua por simpatizantes de José Fogaça quando ia cobrir uma entrevista coletiva do prefeito reeleito de Porto Alegre no domingo. Levou um soco no olho e alguns chutes. O motivo: matérias que denunciavam a distribuição de bônus-habitação em período eleitoral por agentes da Prefeitura (gerou um processo contra o prefeito, sob a acusação de compra de votos) e que apontavam uma investigação do TCE relativa à compra de dois imóveis de luxo efetuada pelo coordenador da campanha de Fogaça, Luiz Fernando Záchia, que foi afastado. Ossos do ofício.

2 comentários:

Liziane disse...

Como eu venho escrevendo: mais que diploma, devem cobrar DIGNIDADE para a nossa profissão!

Clayton disse...

Caro Victor. Gostaria de manifestar meu repúdio a essa situação que viveu nosso colega Graciliano. Vou entrar em contato com o Sindicato do Rio Grande do Sul para que eles tomem as providências e ações necessárias. Um abraço.

Clayton Sales - presidente do Sindjor/MS